Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Área ocupada

MST deve permanecer na Fazenda Coqueiros até maio

Depois de mais de duas horas, as lideranças do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra e os proprietários da Fazenda dos Coqueiros, que foi invadida, chegaram a um acordo parcial. Na audiência de conciliação, na tarde desta quarta-feira (7/4), ficou decidido que os integrantes do MST permanecerão na área ocupada até o dia 6/5.

A data é da nova audiência de conciliação no Foro de Carazinho, às 11h, com vistas a solucionar a situação. O período de 30 dias foi concedido pelo juiz da 1ª Vara Cível da Comarca de Carazinho, Alexandre Kreutz, para que o Incra apresente área concreta destinada ao assentamento das famílias. Os invasores se comprometeram, durante esse período, a não ampliar a área de ocupação.

O magistrado informa que o pedido liminar de reintegração de posse, interposto em 5/4, deve ser apreciado no máximo até quinta-feira (8/4).

Estavam presentes na audiência o secretário da Reforma Agrária e do Cooperativismo, Vulmar Leite, e o Superintendente do Incra, César Altrighi. (TJ-RS)

Revista Consultor Jurídico, 7 de abril de 2004, 18h26

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 15/04/2004.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.