Consultor Jurídico

Férias do barulho

Manobrista furta carro de cliente e hotel é condenado a indenizar

A 10ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul mandou a Sagres Hotéis e Turismo Ltda. indenizar o juiz aposentado Nelson Moretto. Motivo: ele teve o carro furtado pelo manobrista do hotel quatro estrelas durante as férias. O valor arbitrado, por danos morais e materiais, é de cerca de R$ 30 mil.

O TJ-RS confirmou parcialmente a sentença do juiz Fabio Koff Junior, do Foro de Canoas.

De acordo com o site Espaço Vital, o problema ocorreu em 1995. A ação foi ajuizada apenas em 1999. Para o hotel, a demora "demonstra que o sofrimento não foi de tal monta a ensejar a reparação".

O TJ gaúcho considerou "a atitude flagrantemente omissiva do estabelecimento hoteleiro, em estancar de imediato os efeitos do ato praticado por seu preposto". Segundo o TJ-RS, "poucas vezes se pode presenciar tamanho descaso de um estabelecimento comercial para com um cliente".

Processo nº 70002501450




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 23 de julho de 2002, 18h49

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 31/07/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.