Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Privilégio nas buscas

Por abuso de concorrência, Google é condenado com multa de R$ 9 bi na Europa

Por ter abusado de sua posição de domínio no setor de buscas na internet, o Google foi condenado pela Comissão Europeia a pagar 2,4 bilhões de euros (cerca de R$ 9 bilhões) em razão do serviço Google Shopping.

Para Comissão Europeia, Google rebaixa serviço de seus concorrentes nas buscas e privilegiava sua ferramenta. 

As práticas condenadas do Google são colocar resultados de seu comparador de preços em posição melhor nas buscas e rebaixar o serviço de seus concorrentes.

“Ele [Google] negava a outras companhias a chance de competir no mérito e de inovar. E, mais importante, ele negava aos consumidores europeus a genuína escolha de serviços e todos os benefício da inovação", afirmou a Comissão Europeia ao decidir.

Segundo a entidade, as ações do Google de privilegiar os resultados de seu serviço fez com que ele tivesse um aumento de 45 vezes em seu uso no Reino Unido, sendo que o acesso aos concorrentes caiu 85%. Além de pagar a multa, o Google terá que dar aos concorrentes o mesmo tratamento nos resultados de buscas que dá ao seu próprio serviço.

Revista Consultor Jurídico, 27 de junho de 2017, 12h31

Comentários de leitores

1 comentário

Lamentável

Nicolás Baldomá (Advogado Associado a Escritório)

Ou seja, para a Europa, as empresas agora tem que oferecer/fazer propaganda (d)os serviços e produtos das concorrentes.

Já pensou se o MCDonalds não faz propaganda do BK? estaria tentando ardilosamente ganhar espaço no mercado consumidor, sem oferecer alternativas aos seus consumidores.

Comentários encerrados em 05/07/2017.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.