Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Luto no Judiciário

Decano do Supremo, Celso de Mello lamenta morte do colega Teori Zavascki

Decano do Supremo Tribunal Federal, o ministro Celso de Mello lamentou nesta sexta-feira (20/1) a morte do colega Teori Zavascki. Em nota, ele diz que os "elevados atributos" do magistrado "perpetuarão, na memória e na história da Suprema Corte do Brasil", a presença de Teori, "cujos luminosos votos continuarão a representar, para todos nós, orientação segura e diretriz superior na resolução das graves controvérsias submetidas ao exame do Supremo Tribunal Federal".

Teori morreu nesta quinta-feira (19/1), aos 68 anos, vítima de um acidente de avião no litoral fluminense. As outras quatro pessoas que estavam na aeronave também não sobreviveram.

Ministro do Supremo desde 2012, Teori era tido entre seus pares como um homem técnico e coerente. Segundo Celso de Mello, o colega destacou-se como um dos grandes juízes da corte, "seja por seu notável talento intelectual, seja por sua inquestionável integridade profissional, seja, ainda, por sua sólida formação jurídica".

Clique aqui para ler a nota de pesar divulgada pelo ministro Celso de Mello.

Revista Consultor Jurídico, 20 de janeiro de 2017, 20h42

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 28/01/2017.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.