Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Vaga dos TRFs

STJ define lista tríplice para preencher vaga do ministro Ari Pargendler

Por 

O Plenário do Superior Tribunal de Justiça definiu nesta quarta-feira (27/5) os nomes que comporão a lista tríplice dos aptos a ocupar a vaga deixada pela aposentadoria do ministro Ari Pargendler. A cadeira é destinada à Jutiça Federal. Foram eleitos os desembargador Joel Ilan Paciornik, da 4ª Região, Marcelo Navarro, da 5ª Região, e Fernando Quadros, também da 4ª Região.

Joel Paciornik já era dado como certo nesta lista. Ele já havia figurado na lista anterior, da qual saiu o ministro Reynaldo Soares da Fonseca, que tomou posse no STJ na terça-feira (26/5).

Os três foram escolhidos em primeiro escrutínio. Joel Paciornik teve 21 votos; Marcelo Navarro, 20, e Fernando Quadros, 18. Ao todo, 18 desembargadores federais concorreram à vaga. Cabe à presidente Dilma Rousseff (PT) definir o nome.

Quem é quem
Joel Ilan Paciornik graduou-se pela Faculdade de Direito de Curitiba (1987), onde nasceu, e é mestre em direito pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Em 1992, foi aprovado no concurso para juiz federal substituto da 4ª Região. Exerceu a titularidade da 3ª Vara Federal Cível de Curitiba, foi diretor do foro da Seção Judiciária do Paraná e juiz do Tribunal Regional Eleitoral. Em agosto de 2006, foi nomeado para atuar como desembargador no TRF.

Marcelo Navarro Dantas é natural de Natal. Formou-se em Direito pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, foi procurador da República e tornou-se desembargador do TRF-5 em dezembro de 2003. Atuou mais de 12 anos como procurador do Rio Grande do Norte. Navarro tem mestrado e doutorado pela PUC-SP e ainda é professor dos cursos de graduação e pós-graduação na UFRN e na Uni-RN.

Fernando Quadros da Silva, nascido em União da Vitória (PR),  se formou pela Faculdade de Direito de Curitiba. É especialista em Direito Penal pela Universidade de Brasília, mestre pela Federal do Paraná e doutor pela Federal do Rio Grande do Sul. Foi procurador do estado do Paraná e do Ministério Público do Trabalho em Porto Alegre. Ingressou na Justiça Federal em 1993 e tomou posse no TRF-4 em novembro de 2009. Com informações da Assessoria de Imprensa do STJ.

* Texto atualizado às 19h35 do dia 27/5/2015 para correção e acréscimo de informações.

 é editor da revista Consultor Jurídico em Brasília.

Revista Consultor Jurídico, 27 de maio de 2015, 18h06

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 04/06/2015.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.