Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Fazenda Piratininga

TRT-2 convoca advogados e credores com processos contra a Vasp

O Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região convocou os advogados que representam antigos trabalhadores da empresa aérea Vasp em reclamações trabalhistas na corte para se habilitarem para receber os valores devidos pela massa falida da companhia aérea.

A partir do edital publicado nesta terça-feira (27/1), os ex-funcionários e seus respectivos advogados podem habilitar os créditos para receber os pagamentos devidos na execução da massa falida da antiga empresa aérea paulistana. O anúncio no Diário Oficial abrange reclamações trabalhistas contra a massa falida da Vasp e contra empresas do grupo econômico Canhedo Azevedo, que estejam em fase de execução na vara apelidada de “Vara Vasp”, que integra o Juízo Auxiliar em Execução (JAE) do TRT-2.

De acordo com o TRT-2, este será o primeiro passo para a distribuição proporcional dos valores obtidos com a venda judicial da Fazenda Piratininga, de Canhedo, ocorrida no final de 2010.

Instituída em 2008 com o intuito de uniformizar e otimizar os procedimentos executórios, ante o grande volume de ações trabalhistas contra a empresa. Atualmente, a "Vara Vasp" tem mais de 5 mil processos. Segundo o juiz Fábio Branda, um dos integrantes do JAE, “a ideia da execução coletiva é também impedir que haja atos processuais repetidos, representando economia de tempo e recursos”. Atualmente, são administrados processos de 65 devedores. Com informações da assessoria de imprensa do TRT-2.

Clique aqui para ler o ofício que criou a “Vara Vasp”.

Revista Consultor Jurídico, 28 de janeiro de 2015, 8h02

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 05/02/2015.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.