Consultor Jurídico

Direito na Europa

Por Aline Pinheiro

Blogs

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Grupo de risco

Homens gays não podem doar sangue no Reino Unido

Homens homossexuais com vida sexual ativa não podem doar sangue no Reino Unido. Não importa se vivem numa relação monogâmica e se usam preservativo. E, de acordo com o governo, não há nada de discriminatório na regra. É apenas uma maneira de garantir a saúde de quem recebe o sangue já que, de acordo com as estatísticas, os gays fazem parte de um grupo de risco de doenças sexualmente transmissíveis.

Até 2011, bastava ter tudo uma única relação sexual com outro homem para ser impedido de doar para sempre. Na Irlanda do Norte, ainda é assim. Mas, no resto do Reino Unido, o homem que se relaciona com outro homem pode doar se cumprir uma quarentena de um ano. Quer dizer, um ano sem fazer sexo com outro homem e ele recupera o direito de oferecer sangue.

Na Irlanda do Norte, as mulheres também são afetadas pela regra. A mulher que faz sexo com um homem que já se relacionou com outro deve esperar pelo menos um ano para doar sangue. Tanto faz se usou ou não preservativo.

Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 13 de janeiro de 2015, 12h08

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 21/01/2015.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.