Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Telas de cristal

Acusadas de formar cartel, LG e Samsung assinam acordo com Cade

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) firmou, nesta quarta-feira (20/8), dois acordos de cooperação, os chamados Termos de Compromisso de Cessação (TCC), com as empresas LG e Samsung. Ambas são investigadas em caso de cartel internacional na fabricação de telas de cristal líquido usadas em computadores, notebooks, smartphones e televisões.

Com a assinatura do acordo, ambas as companhias pagarão multas — “contribuições pecuniárias” —, assumem ter participado do esquema e se comprometem a ajudar o Cade na elucidação do caso. A LG pagará R$ 33,8 milhões e a Samsung pagará 8,9 milhões.

Os termos foram firmados com a Superintendência-Geral do Cade, já sob as regras da nova regulamentação dos TCCs. As regras permitem que os acordos sejam assinados já na fase de instrução dos processos. Antes da mudança, só o Tribunal do Cade poderia autorizar a assinatura desses acordos.

De acordo com informações do Cade, as empresas estão envolvidas em cartel internacional do qual participam fabricantes de transistores de película fina para painéis de cristal líquido (TFT-LCD). Além de LG e Samsung, que assinaram o TCC, também são investigadas diversas empresas do setor e diversos funcionários. Entre as empresas estão Sharp, Quanta Display, Hitachi, Hannistar, Epson, Chungwa Picture Tubes, Chimei Inolux Corporation e AU Optionics Corporation. Com informações da assessoria de imprensa do Cade.

Processo administrativo da Samsung: PA 8012.011980/2008-12

Processo administrativo da LG: PA 08012.008871/2011-13

Revista Consultor Jurídico, 20 de agosto de 2014, 21h14

Comentários de leitores

4 comentários

Só falta..

Esperidião (Advogado da União)

Bom.... agora espero que o CADE puna os cartéis que existem entre: Postos de Gasolina, Editoras de Livro, concessionárias e montadoras de veículo, imobiliárias, operadoras de celular, prestadoras de serviço de internet banda larga, emissoras de canais de televisão fechado, vendedoras de produtos de informática, seguradoras de veículo, planos de saúde e produtos de construção civil.

Bom, esses são apenas os que me lembro de "cor".

Cade, ora o Cade....(02)

Marco 65 (Industrial)

No caso da LG e Samsung, essas multinhas servem para enganar gente de bem que não tem noção dos lucros dessas empresas.
Tanto é verdade que as mesmas preferem se declarar culpadas, pagar as multas e encerrar o assunto...
E segue o baile...
Ou não???

Cade, ora o Cade....

Marco 65 (Industrial)

Neste País só se fiscaliza o que os "grandes" deixam...
Exemplo? O Cartel escancarado dos combustíveis!!!
Acredito que em quase ou todas as cidades deste Brasil, reuniões noturnas de sindicatos e proprietários de postos de gasolina se reúnem e deliberam preços, inclusive demarcando as diferenças (irrisórias) de preços entre um posto e outro... Uma clara demonstração de combinação de preços!
Não é possível que, da noite para o dia, TODOS OS POSTOS DE UMA CIDADE amanheçam com diferenças de R$0,02...
Ou será que o CADE imagina que todos têm bola de cristal e os preços diferenciados por DOIS CENTAVOS apenas, são produto da MERA COINCIDÊNCIA????
Em Itajaí-SC, um dono de posto resolveu baixar os preços de verdade... a diferença era muito grande e, quase pagou com a vida por isso. POSTO XANDE!
Resultado? Teve que realinhar os preços à realidade dessa máfia nojenta para poder continuar trabalhando sem ser importunado.
Alguém do poder público investigou???
NINGUÉM!

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 28/08/2014.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.