Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Morte de Campos

Partido Verde pede adiamento de início da propaganda eleitoral

Por causa da morte de Eduardo Campos, o candidato do PV à Presidência, Eduardo Jorge, protocolou nesta quinta-feira (14/8), no Tribunal Superior Eleitoral, pedido de adiamento por três dias do início da propaganda eleitoral, previsto para o próximo dia 19.

Campos (PSB-PE) morreu na manhã desta quarta-feira (13/8), em um acidente aéreo em Santos. A aeronave em que viajava do Rio de Janeiro para o Guarujá perdeu contato com controle aéreo após arremeter durante o pouso.

“A medida significa respeito ao luto das famílias atingidas pela tragédia e ao pesar do povo brasileiro. Podemos ter, assim, um interregno necessário para dar início ao debate político tão essencial à nossa democracia”, defendeu o candidato.

O presidente do TSE, ministro Dias Toffoli, afirmou que o adiamento depende de consenso entre as coligações que disputam a Presidência.

“Isso poderia ser analisado na hipótese de eventual consenso de todas as campanhas. Mas uma campanha isolada ou outra requerer isso, o tribunal não tem como deferir, porque o dia de início é uma imposição da lei” Com informações da Agência Brasil.

Revista Consultor Jurídico, 14 de agosto de 2014, 21h32

Comentários de leitores

1 comentário

"chaveco"

Luiz Antonio Rodrigues (Comerciante)

o pedido protelatório, vindo de uma partido nanico, tem a única e exclusiva intenção de manter o eleitorado "alienado" ,o maior tempo possível, do embate político!
"raciocinando" como o pv, se por uma infelicidade, o presidente da república viesse a morrer às vésperas das eleições, simplesmente a adiaríamos!!!!!!
será que essa gente não tem mais o quê fazer? que utilizem o poucos neurônios que têm, para aprimorar a democracia deste país!!!!!!

Comentários encerrados em 22/08/2014.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.