Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Eleições 2012

Pelotas, Diadema e Uberaba já têm novos prefeitos

Eduardo Leite (PSDB) é o novo prefeito da cidade de Pelotas (RS). O tucano superou o ex-prefeito Fernando Marroni (PT), que comandou a cidade entre 2001 e 2004. O município foi o único do Rio Grande do Sul que teve segundo turno nestas eleições municipais. Em Diadema, Lauro Michels (PV) foi eleito encerrou uma hegemonia de 12 anos do PT na cidade, ao derrotar o atual prefeito, Mário Reali. O candidato Paulo Piau (PMDB) foi eleito em Uberaba, em Minas Gerais. Ele superou o socialista Antonio Lerin (PSB), que aparecia com leve vantagem nas pesquisas. As notícias são do portal UOL.

Em Pelotas, cidade com aproximadamente 340 mil habitantes e a terceira mais populosa do Rio Grande do Sul, com 99,26% das urnas apuradas, Leite teve 57,18% dos votos. O tucano teve ao seu lado a maior coligação da campanha, com oito partidos aliados (PPS, PP, PSD, PTB, PR, PSC, PDT e PRB). O PP é a sigla da qual faz parte o atual prefeito, Fetter Junior. Eduardo Leite tem 27 anos e é bacharel em Direito pela Universidade Federal de Pelotas. Começou a vida política aos 19 anos, em 2004, quando disputou a primeira eleição para vereador,  terminando como primeiro suplente. Assumiu a chefia de gabinete do prefeito Fetter Júnior em 2008, saindo meses depois, quando foi convocado pela Câmara de Vereadores e reeleito para mais quatro anos de mandato no mesmo ano. Foi secretário municipal de Cidadania e presidiu o Legislativo.

Em Diadema, com 93,40% das urnas apuradas, o vereador Lauro Michels alcançou 60,16% dos votos. Ele costurou a frente anti-PT com candidatos derrotados no primeiro turno. A candidata tucana à prefeitura, Maridite Cristóvão de Oliveira, que ficou em terceiro lugar na votação de 7 de outubro, e o ex-deputado estadual e vereador eleito José Augusto da Silva Ramos, também do PSDB, aderiram à campanha de Lauro Michels, oficializando a aliança do verde com o PSDB. Michellis contou ainda com o apoio do humorista e Edvan Rodrigues de Souza, o Buiú da Praça (PMN), que ficou em quarto lugar na corrida pela Prefeitura. A cidade tem 386.089 habitantes pessoas segundo o Censo 2010.

Em Uberaba, o deputado Paulo Piau (PMDB) foi eleito com 51,36% dos votos. Piau teve a candidatura impugnada pelo TRE-MG, pois seu partido registrou dois afiliados como candidatos a prefeito. Após avaliar a situação, o órgão eleitoral julgou que a escolha de Rodrigo Signorelli, o outro candidato, não era válida e confirmou Piau como representante. Antes, Piau enfrentou uma disputa interna no PMDB para concorrer à Prefeitura, já que Anderson Adauto, réu na Ação Penal 470, o processo do mensalão, queria o mesmo. No fim, Adauto deixou a legenda devido à escolha do partido por Piau.

Revista Consultor Jurídico, 28 de outubro de 2012, 19h10

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 05/11/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.