Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Ficha Limpa

Juiz decreta vitória de Jorge Lapas em Osasco

Jorge Lapas, candidato do PT à prefeitura de Osasco (SP), foi decretado prefeito do município nesta sexta-feira (26/10). A decisão de considerar o petista como o eleito foi do juiz Samuel Karasin. As informações são do portal G1.

O vencedor da eleição havia sido o tucano Celso Giglio, que teve a candidatura impugnada em função da lei da Ficha Limpa. O Tribunal de Contas do Estado rejeitou a prestação de contas apresentadas por Celso Giglio à frente da administração municipal em 2004.

Entre as irregularidades verificadas pela Câmara de Osasco sobre a gestão de Giglio estão: déficit orçamentário, crescimento da dívida ativa, elevado déficit financeiro e falta de recolhimento de verbas previdenciárias.

Assim, os 149 mil votos que Giglio recebeu foram considerados nulos. Jorge Lapas, por sua vez, obteve 138 mil votos, 60% dos válidos, garantindo sua vitória já no primeiro turno.

Giglio recorreu ao TSE mas não obteve êxito. O Tribunal manteve, por unanimidade, o indeferimento ao registro da candidatura de Giglio, que ainda pode recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Revista Consultor Jurídico, 27 de outubro de 2012, 15h23

Comentários de leitores

1 comentário

nada contra

Neli (Procurador do Município)

Mas, não é interferência da Justiça eleitoral no processo político....lenta:isso deveria ter sido decidido,de forma definitiva,antes das eleições.Tendo qualquer problema o candidato nem consta na competição.Aliás,Justiça lenta é uma forma de injustiça.Aliás,pelo que se lê por aí,o Brasil é um dos únicos países do mundo a ter justiça eleitoral.

Comentários encerrados em 04/11/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.