Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Política de Ordem

Sayeg diz que pesquisa quer descredenciar sua campanha

Por 

O pré-candidato Ricardo Sayeg está estudando se vai processar o Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe), que fez a primeira pesquisa eleitoral para as seccionais da OAB. Segundo o advogado, ao não colocar seu nome como uma das opções possíveis de voto, o Ipespe, ou quem encomendou a pesquisa, buscou descredenciar sua candidatura. Um dos candidatos apontados pela pesquisa era Hermes Barbosa, que participa da chapa de Sayeg. Dois advogados afirmam que foram entrevistados para a pesquisa, em abril, mas o nome de Sayeg não foi apresentado como uma opção.

Nome a mais
Enquanto Sayeg sentiu falta do seu nome na pesquisa, o advogado Fernando Fragoso, presidente do Instituto dos Advogados do Brasil, estranhou a presença do seu nome como pré-candidato à presidência da OAB-RJ. Segundo ele, "todos os advogados" do Rio de Janeiro sabem que ele não disputaria a Seccional fluminense. Na pesquisa estimulada, Fragoso ficou com 7% das intenções de voto, atrás de Wadih Damous — que, mesmo já tendo manifestado que não concorrerá novamente ao cargo, ficou com 47% das intenções de voto. Com a saída de Damous, Felipe Santa Cruz assume como único candidato da situação. Na pesquisa, Santa Cruz também foi colocado como opção e ficou com 4%.

Bons resultados
Quem gostou da pesquisa foi a campanha do pré-candidato Alberto Zacharias Toron. A equipe de campanha circulou e-mails mostrando Toron com 10% das intenções de voto, na frente dos nomes de Marcos da Costa (6%) e Raimundo Hermes (5%). A grande maioria dos paulistas, mais precisamente 73%, ainda aparece como indecisa.

Aprovação em alta
Apesar da posição desfavorável ao candidato da situação, Marcos da Costa, a pesquisa foi divulgada também pela seccional paulista da OAB, mostrando que o presidente da entidade, Luiz Flávio Borges D’Urso, goza de 83% da aprovação dos advogados.

Questão da aposentadoria
A aposentadoria do advogado deve entrar em breve nos debates entre candidatos às OABs estaduais. O problema é grave, apontou uma pesquisa feita pela OABPrev-RJ. O levantamento, feito entre os dias 20 de março e 13 de abril, mostrou que 87,53% dos advogados dizem se preocupar com a aposentadoria, mas 25,68% não contribuem nem para a previdência pública, o INSS. Foram ouvidos 900 advogados com idade entre 22 e 45 anos.

Pé na estrada
Roberto Podval incrementou a agenda de viagens fora da capital paulista. Na última semana, ele esteve em reuniões em Rio Claro, Franca e Ribeirão Preto. Segunda-feira (28/5) foi aos municípios de Espírito Santo do Pinhal, Vargem Grande Paulista, Aguai e Casa Branca. Nesta terça-feira (29/5), o pré-candidato será recebido em um coquetel em São João da Boa Vista. Na próxima quinta-feira (31/5), Podval ministrará aula magna para os alunos do curso de Direito do Centro Universitário de Rio Preto.

Estudo em equipe
A equipe de Rosana Chiavassa está com a cara nos livros, estudando e se preparando para o debate que será no dia 6 de junho, na PUC-SP. A idéia é analisar possíveis pontos que serão abordados, considerando a audiência que deverá ser, em sua maioria, de estudantes. Entre os pontos chave estão a formação do advogado, o currículo das faculdades de Direito, o Exame de Ordem e o mercado de trabalho para iniciantes.

Entrega de carteiras
Na última semana, o candidato Ricardo Sayeg fez campanha em Limeira, Araras, Rio Claro e São José do Rio Preto, e encontrou com advogados. Em Rio Claro, Sayeg participou da entrega de carteiras da Ordem na seccional. 

Discurso e pizza
Na última quinta-feira (24/5), Alberto Zacharias Toron falou para cerca de 50 advogados do Vale do Paraíba, numa pizzaria de Caçapava. No dia seguinte, foi com outros 50 a uma pizzaria de Sertãozinho, onde fechou pareceria com Joanilson Barbosa dos Santos, que será candidato para a subseção da cidade. No sábado (26/5), almoçou com cerca de 200 advogados da região de Ribeirão Preto. No início desta semana, encontrou-se com advogados do Vale do Paraíba em Taubaté e, na próxima quarta-feira (30/5), segue para mais uma pizzaria. Desta vez em Moema, São Paulo.

 é repórter da revista Consultor Jurídico.

Revista Consultor Jurídico, 29 de maio de 2012, 14h25

Comentários de leitores

1 comentário

Campanha suja

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Essa demonstra ser uma das campanhas mais sujas que já existiu até hoje no Brasil. Como a OAB cresceu muito nos últimos anos, recebendo centenas de milhões de reais a título de anuidades, sem contas a prestar, o interesse é enorme e alguns grupos tudo farão para se tornarem os donos da Ordem.

Comentários encerrados em 06/06/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.