Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Ganhos ilegais

Assessor de ex-presidente egípcio é condenado

Zakaria Azmi, ex-chefe de gabinete do presidente deposto Hosni Mubarak, foi condenado, neste domingo (27/5), a sete anos de prisão por um um tribunal criminal do Cairo. Ele também terá de pagar uma multa de 36,4 milhões de libras egípcias (US$ 6 milhões) por ter obtido ganhos ilegais quando estava no cargo. As informações são do jornal Folha de S.Paulo.

O ex-assessor está preso deste abril de 2011 pela acusação de ter acumulado riqueza ilegalmente. Ele é um dos vários integrantes do governo de Mubarak detidos por corrupção e outras acusações.

Mubarak, de 84 anos, é investigado por corrupção, abuso de poder e por ter ordenado a matança de manifestantes durantes os 18 dias do levante que resultou na sua deposição do poder em 11 de fevereiro de 2011.

Revista Consultor Jurídico, 27 de maio de 2012, 17h39

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 04/06/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.