Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Ascensão e queda

Desembargadora Sara Brito se elege para TRE baiano

O ex-presidente do Tribunal de Justiça da Bahia, desembargador Carlos Alberto Dultra Cintra, que derrotara Amadiz Barreto, candidato de Antonio Carlos Magalhães à presidência da Corte nas eleições de 2002, foi surpreendido, na manhã desta quarta-feira (18/1), com uma derrota no Tribunal Regional Eleitoral, o qual já comandou.

Cintra apoiou a desembargadora Daisy Lago, em oposição à desembargadora Sara Brito. Ele já foi presidente e só poderia ocupar o cargo novamente, segundo os desembargadores, caso sua candidata, Daisy, fosse eleita e não concorresse à presidência. Sara Brito derrotou Daisy Lago por 18 votos a 17. Com isso, poderá ser, se assim desejar, a futura presidente do TRE-BA.

Sara é viúva do grande jurista baiano Pedro Milton, que teve uma passagem marcante na luta pela democracia na Bahia na sua condição de jurista e advogado. Foi a primeira derrota experimentada pelo desembargador Cintra desde 2002, quando desbancou o candidato de ACM e passou a exercer uma enorme influência no Judiciário baiano. Com informações do site BN Notícias.

Revista Consultor Jurídico, 20 de janeiro de 2012, 6h57

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 28/01/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.