Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Publicidade oficial

Ministério divulga lista suja do trabalho escravo

Cinquenta e duas empresas e pessoas físicas foram incluídas pelo Ministério do Trabalho e Emprego na chamada lista suja do trabalho escravo, que passa a contar com 294 nomes. Dois foram retirados por terem comprovado o cumprimento de todos os requisitos para a exclusão do nome. De acordo com a Agência Brasil, o número é recorde para a lista, que começou a ser feita em 2004 pelo ministério. O levantamento, um cadastro de pessoas físicas e jurídicas flagradas explorando mão de obra escrava, foi criado para coibir a prática no país.

Os nomes que passam a fazer parte da lista ficam impedidos de obter empréstimos em bancos oficiais e entram na lista das empresas integrantes da cadeia produtiva do trabalho escravo no Brasil. O cadastro é usado pelas indústrias, pelo varejo e por exportadores para a aplicação de restrições e para não permitir a comercialização dos produtos oriundos do trabalho escravo.

A lista é atualizada a cada seis meses e os nomes são mantidos por dois anos. Se o empregador não for flagrado novamente e pagar os salários dos trabalhadores, o registro é excluído. A inclusão do nome ocorre após decisão administrativa, com base no auto de infração feito pela fiscalização do trabalho, em que tenham sido identificados trabalhadores submetidos ao trabalho escravo. 

Clique aqui para ver a lista, publicada no site do Ministério do Trabalho. 

Revista Consultor Jurídico, 5 de janeiro de 2012, 16h03

Comentários de leitores

2 comentários

Link correto

Gilberto Strapazon - Escritor. Analista de Sistemas. (Consultor)

Interessasnte que a maioria das empresas são fazendas. Não constam nenhuma das milhares de confecções que usam trabalho clandestino em condições desumanas e outras tantas que tem por aí.
Dá para localizar pelo nome do arquivo no Google. Arquivos públicos com freqüência tem seus links alterados. No caso o link correto para a lista é:
http://portal.mte.gov.br/data/files/8A7C812D33EF459C01348F5EED0C7973/Cadastro%20de%20Empregadores%20dez%2011%20Vers%C3%A3o%20Final%20DETRAE.pdf

LISTA SUJA DO TRABALHO ESCRAVO

radiocunha (Outros)

Sobre a lista suja do trabalho escravo que vcs dizem estar sendo divulgada pelo MTE, vcs indicam que basta "clicar" para ter acesso a lista. Pura enganação, pois a página que vcs indicam sempre dá como "erro", ou seja,através de vcs nunca saberemos de fato quem faz parte dessa tal "lista suja". Que sujeira, né ????

Comentários encerrados em 13/01/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.