Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Corte Arbitral

Marcadas as audiências de membros da Fifa

Por 

A Corte Arbitral do Esporte (CAS) marcou as datas para as audiências de apelação dos três membros banidos do Comitê Executivo da Fifa por corrupção. Eles foram punidos, junto com outros três dirigentes, depois que o jornal britânico The Sunday Times publicou uma suposta tentativa de suborno para influir na escolha das sedes da Copa do Mundo de 2018 e de 2022. Eles entraram com recursos na Corte em fevereiro.

O nigeriano Amos Adamu será ouvido no dia 4 de outubro. Em novembro de 2010, ele foi afastado por três anos, depois de ser considerado culpado pelo Comitê de Ética da Fifa por supostas tentativas de obter propinas. Em fevereiro deste ano, ele recorreu.

O malinês Amadou Diakete será ouvido no dia 19 de outubro. O representante de Mali foi afastado por três anos e perdeu sua posição de membro da comissão de arbitragem da Fifa. E o tonganês Ahongalu Fusimalohi será ouvido em 7 de novembro. Ele foi afastado por três anos, depois reduzidos para dois, e perdeu o cargo de chefe-executivo da Associação de Futebol de Tonga. Segundo as denúncias, os dois deram dicas a repórteres "disfarçados" do The Sunday Times sobre como subornar seus colegas da Fifa.

A Corte Arbitral do Esporte fica em Lausana (Lausanne, em francês), na Suiça, mas tem cortes também em Nova York e Sidney, bem como nas cidades que sediam os Jogos Olímpicos, durante sua realização. Ela foi criada em 1984, como um departamento do Comitê Olímpico Internacional (COI). Em 1994, tornou-se um tribunal independente. Com informações da BBC e outras fontes.

 é correspondente da revista Consultor Jurídico nos Estados Unidos.

Revista Consultor Jurídico, 29 de agosto de 2011, 10h42

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 06/09/2011.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.