Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Corrida eleitoral

Tucanos querem investigar uso de TV estatal

O PSDB solicitou à Procuradoria-Geral da República que investigue o uso da TV NBR na campanha de Dilma Rousseff (PT) à Presidência e de outros candidatos que têm apoio do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. De acordo com matéria do jornal Folha de S.Paulo, os advogados do partido tucano afirmam que há indícios de que o material gravado pela TV do governo federal esteja sendo utilizado nas campanhas petistas.

O uso da emissora oficial foi divulgado pela Folha. Segundo os advogados do partido, os fatos indicam o uso indevido de emissora oficial para captar imagens de comícios eleitorais em que há participação do presidente Lula “com a aparente finalidade de ser usada em benefício da candidata do partido do governo na campanha eleitoral”.

Para o partido, a orientação da emissora para a retirada da canopla e das identificações da TV nos equipamentos de filmagem da NBR comprovam a utilização eleitoreira. “Se a gravação não seria para a NBR, para quem mais seria? Constitui uma desproporcional vantagem possibilitar-se que apenas os comícios de candidatos apoiados pelo presidente da República sejam filmados, com o uso dessas mesmas imagens nas respectivas campanhas eleitorais”.

Na sede da emissora, em Brasília, havia na semana passada cartazes com a ordem para tirar a identificação dos equipamentos. O texto tem a orientação: “Este material está sendo gravado sem a canopla da TV NBR, porque não é para a NBR. Este conteúdo não é para ser usado na nossa cobertura, nem mesmo para ser gerado para as emissoras. É apenas para registro. Em caso de dúvidas, por favor procurem a mim ou um dos coordenadores”.

Irregularidades
Na representação encaminhada à PGR, os advogados do PSDB também apontam dois indícios de irregularidades: abuso do poder político, representado pelo uso da máquina pública em favor de candidatos e partidos envolvidos na disputa eleitoral, assim como a conduta vedada aos agentes públicos em campanha.

Foi solicitado também que o Ministério Público Eleitoral solicite à NBR as filmagens realizadas com a presença de Lula em comícios eleitorais, assim como da propaganda de candidatos apoiados pelo petista. A Folha de S.Paulo denunciou que há no governo ordem para que cinegrafistas e auxiliares da NBR gravem todos os discursos do presidente nos eventos da campanha eleitoral. A TV NBR é o canal da EBC (Empresa Brasil de Comunicação) que noticia atos e políticas do governo.

Revista Consultor Jurídico, 21 de setembro de 2010, 21h46

Comentários de leitores

3 comentários

Aparelho estatal

CesarPPS23 (Jornalista)

Não é possível admitir esse aparelhamento que tomou conta da máquina pública. É preciso uma limpeza, uma ação enérgica para acabar com todos os privilégios de uma meia dúzia que tomou para si aquilo que é de todo brasileiro.

ELEMENTAR, FALTA PROVOCAÇÃO JURÍDICA!

omartini (Outros - Civil)

O PSDB provocou a PGR para que investigue o assunto em comento, deduz-se pelo artigo.
Por que não o faz a respeito da alegada e estapafurdia violação de sigilo de 60 milhões de brasileiros?
Existem 60 milhões de brasileiros com sigilo a ser violado?! O Bolsa Família não é sigilo, antes público e com divulgação de beneficiários pela imprensa...
Talvez seja completa descrença do Poder Executivo Federal, comandado pelo PT, sobre o boato eleitoreiro mencionado que motivo ampla e total inércia, já que é responsável legalmente pelo sigilo, alegadamente violado.
“...devemos rezar para ter senso de justiça, mas, se o perdermos, temos de pedir a Deus para, pelo menos, não perdermos o senso do ridículo, o que evitaria esse tipo de vexame. Raramente se vê um caso com tantas características de picaresco, de circense, de bizarro...”
Gilmar Mendes, ministro do STF

Vestais do tucanato

Armando do Prado (Professor)

Por que não investigam a quebra de sigilo de 60 milhões de brasileiros praticados pela empresa da Veronica Serra, sócia da irmão de Daniel Dantas???

Comentários encerrados em 29/09/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.