Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Invasão de espaço

TSE veta propaganda de Dilma em horário de deputados

O ministro do Tribunal Superior Eleitoral, Henrique Neves, determinou a retirada de uma propaganda televisiva, de 15 segundos, da coligação da candidata a presidente pelo PT, Dilma Rousseff, no horário eleitoral transmitido em Santa Catarina. A notícia é da Agência Brasil.

Ao acatar a ação movida pela coligação de apoio ao presidenciável pelo PSDB, José Serra, o ministro entendeu que a propaganda da petista “invadiu” espaço no horário eleitoral destinado aos candidatos a deputado da coligação no estado. Outro argumento é de que a inserção influencia “diretamente na escolha da eleição presidencial”.

De acordo com o ministro, a determinação deve ser cumprida pelas emissoras de televisão Bandeirantes, Globo, SBT e Record.

No último dia 2 deste mês, o plenário do TSE decidiu que a punição para invasão de propaganda de candidato à Presidência da República em propaganda de candidatos a deputado deve valer apenas no estado onde ocorreu a irregularidade, e não mais em todo o território nacional, como era de praxe. O tempo de propaganda deve ser descontado do horário eleitoral estadual.

Revista Consultor Jurídico, 6 de setembro de 2010, 17h57

Comentários de leitores

1 comentário

Apenas 55 X 22

Armando do Prado (Professor)

Os direitosos e fascistóides estão com dor de cotovelo e desesperados diante da acachapante derrota que se aproxima.
O povo pode mais definitivamente.

Comentários encerrados em 14/09/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.