Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Carta aberta

Polícia Federal quer autonomia administrativa

A Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (ADPF) divulgou carta aberta que resultou da 1ª Conferência Nacional de Segurança Pública, em Brasília. Nela, a associação afirma que só com autonomia institucional, a Polícia Federal pode cumprir suas funções com imparcialidade e eficiência. E pediu a regulamentação por meio de uma lei orgânica.

Com a autonomia funcional e administrativa, a ADPF acredita que a Polícia Federal ser verá livre de “intermpéries do poder e de governantes no combate à criminalidade organizada, à corrupção e à impunidade neste país”. Para a associação, não adianta o “discurso vazio de prioridade para as ações de segurança, quando isso não se revela em práticas de investimento”.

Segundo a ADPF, a Polícia Federal sofre com o contingenciamento de recursos orçamentários, financeiros e limitações de empenho. Além disso, com a falta de autonomia gerencial, que impede que o órgão promova seus próprios concursos, a PF não tem conseguido atuar adequadamente nos postos de fronteiras terrestres, marítimos, aeroportuáreos.

Clique aqui para ler a carta.

Revista Consultor Jurídico, 10 de setembro de 2009, 17h00

Comentários de leitores

2 comentários

Tralha

Fernando Queiroz (Advogado Autônomo)

Também poderiam acabar com o concurso para acesso aos quadros da DPF, assim, o X-9, o Ganso e outras adjetivações do Senhor César Tralli poderia atuar, legalmente, nas prisões efetuadas pelas espetaculosas diligências.

E eu quero ser presidente do Brasil!

Gabriel (Estudante de Direito)

A proposta é ótima. Agora, a quem interessa uma Polícia Federal util? qual é a força política para essa emenda constitucional ou lei. É bom sonhar...
Os políticos não querem uma polícia boa pois pode acabar prendendo eles né? duhhhh...

Comentários encerrados em 18/09/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.