Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Campeões de comunicação

Premiados os melhores comunicadores da Justiça

O Supremo Tribunal Federal foi vencedor em cinco projetos e finalista em outros três na 7ª edição do Prêmio Nacional de Comunicação e Justiça. A solenidade de entrega da premiação ocorreu na última sexta-feira (4/9), durante o Congresso Brasileiro de Assessores de Comunicação da Justiça (Conbrascom), em São Luís (MA).

A Rádio Justiça venceu em três categorias: com o programa Aprendendo Direitinho. Estrelado pelo ministro Eros Grau, o “Vovô Grau”, o programa dá lições de Direito e cidadania às crianças; na categoria reportagem, com o conteúdo especial intitulado AI-5: O Golpe Dentro do Golpe; e o projeto temático Workshops para Especialização de Colaboradores da Rádio Justiça.

Nas categorias programa e reportagem de TV, a TV Justiça saiu vitoriosa com o Brasil.Jus e o conteúdo especial sobre Alienação Parental que foi veiculado no programa Repórter Justiça.

O site de notícias do STF foi finalista na categoria “Publicação Institucional” com a apresentação do Relatório de Atividades do 1º Semestre de 2009 e a TV Justiça em outras duas categorias: Conteúdo Web, com a Central de Download, e Vídeo Institucional", com o programa Linhas Sucessórias.

Os 154 trabalhos inscritos foram divididos em 18 categorias: campanha de modernização, modernização da Justiça, conteúdo web, endomarketing, inovação, jornal, programa de rádio, programa de tv, projeto científico, projeto institucional, projeto temático, publicação especial, relacionamento com a mídia, reportagem de rádio, reportagem de tv, revista, vídeo institucional, prêmio honorário.

Já a comissão julgadora, foi dividida em quatro grupos: “Impressos”, “Audiovisuais”, “Relacionamento com a Mídia” e “Institucional”. A comissão foi formada por profissionais de imprensa do estado do Maranhão.

Novidade
Uma inovação deste ano foi a criação da 18ª categoria, a de Prêmio Honorário, resultado de uma parceria do Forum Nacional de Comunicação e Justiça (FNCJ) com o Conselho Nacional de Justiça. O objetivo dessa parceria é homenagear um profissional da Comunicação por sua contribuição na difusão dos direitos sociais e na cobertura do Poder Judiciário. O premiado deste ano foi o jornalista Luiz Orlando Carneiro, do Jornal do Brasil, pelos seus 50 anos de carreira.

A premiação, promovida pelo FNCJ, tem como objetivo valorizar os trabalhos desenvolvidos pelas assessorias de comunicação social dos órgãos do Poder Judiciário, Ministério Público e outras instituições ligadas ao Judiciário de todo o país. O Conbrascom nasceu a partir do Encontro Brasileiro dos Assessores de Comunicação da Justiça e tem edições anuais.

Conheça os vencedores:
Programa de rádio: Supremo Tribunal Federal, com o projeto “Aprendendo Direitinho”
Programa de TV: Supremo Tribunal Federal, com o “Programa Brasil.Jus”
Projeto temático: Supremo Tribunal Federal, com o projeto “Workshops para Especialização de Colaboradores da Rádio Justiça”.
Reportagem de rádio: Supremo Tribunal Federal, com o projeto “AI-5: O Golpe Dentro do Golpe”
Reportagem de TV: Supremo Tribunal Federal, com o projeto Repórter Justiça.
Campanha de Comunicação: Tribunal Superior Eleitoral, com a Campanha "Vota Brasil 2008".
Modernização da Justiça: Superior Tribunal de Justiça, com o projeto “Justiça na Era Virtual”.
Web: Associação do Ministério Público do Rio Grande do Sul, com o projeto “Novo Site da Associação do Ministério Público do Rio Grande do Sul”
Endomarketing: Procuradoria Geral da República, com o projeto “Ser Sustentável”, Campanha para a II Semana do Meio Ambiente
Inovação: Associação do Ministério Público do Rio Grande do Sul, com “Projeto de Alerta e Mobilização Contra o Crescimento do Crack no Rio Grande do Sul”.
Jornal:Superior Tribunal de Justiça, com o projeto “Informe-se”
Projeto científico: Fundação Universidade Federal do Mato Grosso do Sul, com o projeto “Experiemental: Revista Institucional do Ministério Público Federal no Estado de Mato Grosso do Sul”
Projeto institucional:Tribunal Regional do Trabalho da 23ª Região (Várzea Grande/MT), com o projeto “Varas da Cidadania”
Publicação especial: Associação de Defensores do Ceará, com o projeto “Publicação de Cartilhas Sobre Direitos da População”.
Relacionamento com a mídia: Tribunal Regional do Trabalho da 16ª Região (TRT-MA), com o projeto “Justiça & Imprensa”
Revista: Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho – Anamatra (Brasília-DF), com o projeto “Revista Anamatra”
Vídeo institucional: Procuradoria Geral da República (Brasília/DF), com o projeto “Conheça o MPF”
Prêmio honorário:(Parceria do FNCJ e CNJ). Jornalista Luiz Orlando Carneiro, do Jornal do Brasil

Revista Consultor Jurídico, 9 de setembro de 2009, 4h13

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 17/09/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.