Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Castro Alves

Pré-venda do livro sobre poeta termina nesta sexta

Por 

A venda antecipada de “Castro Alves e Seu Tempo” termina nesta sexta-feira (4/9). Mais de 750 exemplares já foram vendidos. O lançamento pretende levantar fundos para a construção de uma herma na Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. A obra trará em livro a conferência sobre Castro Alves proferida por Euclides da Cunha, em 1907, no Centro Acadêmico do Largo São Francisco. A idealização do projeto para a construção do busto foi iniciativa da Associação dos Antigos Alunos da Faculdade de Direito da USP. Já a Editora Lettera.doc ficou responsável pela edição do livro. (Clique aqui para comprar).

Todos que comprarem antecipadamente terão o nome publicado no próprio livro, mostrando o apoio ao projeto. O lançamento, dia 28 de setembro, comemorará também o centenário de morte de Euclides da Cunha, completado no último dia 15 de agosto.

Em entrevista à revista Consultor Jurídico, José Carlos Madia de Souza, presidente da Associação dos Antigos Alunos da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, destacou a importância do projeto por agir em duas frentes: levantando fundos para a construção do monumento em homenagem ao poeta e homenageando o centenário de morte de Euclides da Cunha. “Resgatar os primórdios do centro acadêmico da Escola, relembrando o que aconteceu em 1907, e poder homenagear os três poetas, é uma grande honra para o Centro Acadêmico”, diz José Carlos.

O historiador Cassio Schubsky, editora Lettera.doc e responsável pela ideia de publicar a conferência proferida por Euclides da Cunha, disse que a parceria com a Associação dos Antigos Alunos da USP nasceu pelos objetivos comuns dos envolvidos. "A Faculdade de Direito tem a tradição de cultivar a memória, enquanto a editora é especializada em retratar a história do direito." Ele explicou que o objetivo da herma ainda é o mesmo descrito por Euclides da Cunha na época: “Um estímulo ao jovem a cultivar o nome de Castro Alves e seus ideais de liberdade”.

Personalidades que atuam em variadas áreas estão contribuindo com a compra do livro. Dentre elas, o ex-ministro das Relações Exteriores e membro da Academia Brasileira de Letras (ABL), Celso Lafer, a escritora Lygia Fagundes Telles, o advogado e ex-ministro do Trabalho, Almino Affonso, e o historiador José Murilo de Carvalho.

Celso Lafer afirmou que o projeto mantém viva a memória literária do país. “Nesse sentido, nossa Associação de Antigos Alunos é muita ativa em manter a memória da Faculdade de Direito sempre em evidência, reverenciando aqueles que são os grandes poetas do nosso país”.

A publicação editada pela Lettera.doc terá ainda textos dos dois poetas, cronologias, cartas e curiosidades históricas que permearam o evento de 1907, com texto mais acessível se comparado as demais obras de Euclides da Cunha.

Hermas
Em 1907, a diretoria do Centro Acadêmico XI de Agosto, da Faculdade de Direito da USP, lançou uma campanha para a construção das hermas de três grandes poetas românticos brasileiros: Álvares de Azevedo, Castro Alves e Fagundes Varela. No mesmo ano, o escritor Euclides da Cunha foi convidado pelos alunos para fazer uma exposição sobre Castro Alves e com a oportunidade de falar sobre o colega, ele decidiu transformar o evento em um esforço para a construção da herma. Ingressos foram cobrados para a conferência, mas o dinheiro não foi suficiente. Até hoje, apenas o busto de Álvares de Avezedo foi feito.

Em 2007, ao comemorar o centenário do evento, o historiador Cassio Schubsky teve a ideia de publicar a conferência proferida por Euclides da Cunha. “Toda a imprensa dedicou espaço e tempo à visita do escritor que era ilustre na época”, conta, revelando a importância do acontecimento na cidade de São Paulo. A conferência aconteceu cinco anos depois da publicação do clássico Os Sertões.
Clique aqui para comprar o livro.

 é repórter da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 4 de setembro de 2009, 12h47

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 12/09/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.