Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Saúde à prova

Menezes Direito se afasta do STF para ser operado

Por 

O ministro Menezes Direito, do Supremo Tribunal Federal, passou por uma cirurgia nesta quinta-feira (21/5) no Hospital Samaritano, no Rio de Janeiro. Ele pediu licença médica das suas funções no STF por 30 dias, que começou a valer nessa quarta-feira (20/5).

Carlos Alberto, filho do ministro, disse à revista Consultor Jurídico na noite desta quinta que a cirurgia acabou por volta das 20h e que o ministro passava bem. Ele não quis dar mais detalhes da cirurgia. Disse que a família vai se pronunciar oportunamente. “Agora a família está reunida no quarto para recebê-lo”, disse.

De acordo com a assessoria de imprensa do Hospital Samaritano, o ministro foi internado para a retirada de um cisto no pâncreas. 

Menezes Direito tem 66 anos. É ministro do Supremo há quase dois anos. Foi indicado à Corte depois de julgar por 11 anos no Superior Tribunal de Justiça. Sua indicação ao STF veio acompanhada de rótulos políticos, ideológicos e religiosos que pretendiam colocar sob suspeição sua atuação. O tempo mostrou que as crenças do homem não são capazes de subjugar o trabalho do juiz.

Católico, surpreendeu ao votar a favor das pesquisas com células-tronco embrionárias, apesar de fazer uma série de restrições para que fossem feitas. Direito mostrou senso prático no julgamento da demarcação da reserva indígena da Raposa Serra do Sol. O ministro trouxe para a parte dispositiva de seu voto os fundamentos do voto do relator, Carlos Britto. Como resultado, o Supremo estabeleceu um verdadeiro código que deve nortear as demarcações futuras.

 é correspondente em Brasília da revista Consultor Jurídico.

Revista Consultor Jurídico, 21 de maio de 2009, 20h29

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 29/05/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.