Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Tempo na TV

Maluf não pode usar 'relaxa e goza' sem citar crise aérea

O candidato à Prefeitura de São Paulo, Paulo Maluf (PP), além de ser obrigado a tirar de sua propaganda a frase “relaxa e goza” de forma descontextualizada, da adversária Marta Suplicy (PT), perdeu na TV o dobro do tempo utilizado para a veiculação dela. Para o juiz Claudio Luiz Bueno de Godoy, auxiliar da propaganda da 1ª Zona Eleitoral de São Paulo, Maluf utilizou a frase fora do contexto da propaganda eleitoral. Ainda cabe recurso.

O advogado Eduardo Nobre, que representa Maluf, explicou que o candidato pode continuar a usar a frase. Mas desde que a use no contexto da crise aérea, quando Marta deu a polêmica declaração à imprensa.

Na decisão, Bueno de Godoy disse que a penalidade não foi aplicada pelo uso da famosa frase dita por Marta. E sim porque está fora do tema da propaganda veiculada, que explorava os problemas da saúde, “levando à crença de que a candidata não se importa com os destinos das carências conhecidas na área do atendimento à saúde”.

A propaganda foi levada ao ar em bloco na televisão e na forma de inserções no rádio e na TV. A liminar para que a frase de Marta fosse retirada da propaganda foi dada pelo mesmo juiz, no dia 2 de setembro.

A decisão foi concedida com base nos artigos da legislação eleitoral que vedam a utilização de trucagem ou montagem que desvirtue a mensagem de sua finalidade de informação e convencimento.


Revista Consultor Jurídico, 6 de setembro de 2008, 0h00

Comentários de leitores

7 comentários

Eu também acho. A Verdade acima de tudo! ...

Richard Smith (Consultor)

Eu também acho. A Verdade acima de tudo! A desclassificada deixou um rombo de mais de um bilhão no caixa da prefeitura e uma montanha de "restos a pagar", vulgo, faturas não quitadas com fornecedores; A desqualificada não investiu nada, nem no metrô e nem na saúde; A ximboqueira ex-ministra apóstola do estupro com "relaxa-e-goza" (este é o significado do termo), contruiu dois túneis, a peso de ouro e que precisaram ser refeitos logo depois de inaugurados, no fim de seu (des)governo; A mequetrefe "sexóloga" inchou a máquina municipal e fez verdadeira festa com dinheiro público para as ONG´s PeTralhas (ou melhor dizendo: ONGG´s - Organizações Não-Governamentais Governamentais); A requenguela nascida em berço de ouro, tentou dar um colégio público a uma construtora particular (aliás deu mesmo!) no miolo da Vila Nova Conceição alegando que "não havia clientela", quando estudavam alí nada menos do que 1480 alunos ("coincidentemente" foi a mesma construtora que comprou a sua mansão a muito bom preço e à vista, encalhada desde a sua separação do manso marido)! Esta é apenas parte da "folha-corrida" (ou seria prontuário?) da candidata do PT, o partido "que não rouba e nem deixa roubar". O partido guardião da moral (alheia, é claro!). A verdade, "fessô", só a verdade. Estou contigo nessa.

O Sr. Maluf , somente, poderá citar ou referir ...

A.G. Moreira (Consultor)

O Sr. Maluf , somente, poderá citar ou referir "aquela frase" da Sra. Marta, quando outro avião explodir, matando, pelo menos, 200 pessoas !!! Tem engraxate mais competente e isento do que muito "magistrado" ! ! !

Memória curta ajuda cafajeste como o maluf, aqu...

Armando do Prado (Professor)

Memória curta ajuda cafajeste como o maluf, aquele que lambia as botas dos milicos. É preciso mostrar a verdade.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 14/09/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.