Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Primeiro da lista

Ex-banqueiro Salvatore Cacciola é preso em Mônaco

O ex-banqueiro italiano Salvatore Cacciola foi preso pela Interpol neste sábado (15/9), em Mônaco, na Europa. O Ministério da Justiça confirma a prisão de Cacciola, foragido há sete anos. Ele era dono do Banco Marka e foi condenado a 13 anos por desvio de dinheiro público e gestão fraudulenta de instituição financeira.

Segundo a Polícia Federal, o italiano era o número 1 na lista de procurados pela Justiça brasileira. O governo brasileiro já está providenciando o pedido de extradição do ex-banqueiro. As informações são da Globo News.

Cacciola é um dos envolvidos no escândalo do socorro aos bancos Marka e Fonte Cindam, logo após a desvalorização do real, em janeiro de 1999. O escândalo envolveu ex-funcionários do Banco Central, dos dois bancos e consultores independentes e provocou prejuízo de R$ 1,57 bilhão aos cofres públicos.

Na época, Marka e FonteCindam tinham muitos contratos atrelados ao câmbio e foram surpreendidos pela desvalorização do real. Alegando risco sistêmico, o BC ajudou os banqueiros a cobrir o rombo, vendendo dólares por cotação inferior a do mercado.

Em outubro de 2005, Cacciola e o Banco Marka foram absolvidos no processo em que eram acusados de propaganda enganosa, má gestão e gestão fraudulenta por investidores do fundo cambial do banco, o Nikko. A decisão foi tomada pelo Superior Tribunal de Justiça. Com a decisão, o banco Marka e Cacciola foram liberados de pagar indenizações de até R$ 2 milhões por investidor.

Revista Consultor Jurídico, 15 de setembro de 2007, 17h00

Comentários de leitores

6 comentários

Justiça seja feita!!! Que o Min. Marco Aurélio ...

Ruberval, de Apiacás, MT (Engenheiro)

Justiça seja feita!!! Que o Min. Marco Aurélio deixe de fazer boa ação com o chapéu dos outros.

Depois do verdadeiro "show de imu...

hammer eduardo (Consultor)

Depois do verdadeiro "show de imundicie" patrocinado via Embratel pela quadrilha do senado esta semana , a lenga lenga sobre a deportacao deste perfumado meliante de colarinho branco certamente vai ajudar a grande Imprensa a faturar mais e de quebra , vai arranjar um "fato novo" para que esquecam momentaneamente desta RATAZANA APODRECIDA do renan canalheiros e os outros canalhas que o absolveram. Uma vez decidida a extradicao para o Brasil , teremos a segunda humilhacao publica para a Populacao Ordeira que sera a recepcao ja no Aeroporto com um verdadeiro "tapete de liminares" em que adevogadios igualmente perfumados alegarao que o seu "criente" e um tremendo gente boa que cometeu um pequeno deslize e nao deve ir para a cadeia de verdade, afinal aquilo ali historicamente e para os 3 "p", pobres, pardos e pretos. Por mais nojento que possa parecer , a marcha dos acontecimentos sera exatamente esta, perfumado no Brasil definitivamente nao fica na verdadeira cadeia , quando muito prisao domiciliar e olhe la! Como sempre deve aparecer tambem a "tchurminha" do caminhao de pedras e do espirito "porcorativo" dizendo que e um absurdo etc etc , mas sugiro aos mesmos que em vez do bla bla bla engarrafado me apresentem fatos que desmintam minhas declaracoes. Vai ser bem dificil.............

Bem, o colega acha que dar um tombo de R$ 1,5 b...

Relax (Procurador Autárquico)

Bem, o colega acha que dar um tombo de R$ 1,5 bilhões não merece a prisão, que eu posso dizer? Tenho certeza que o STF pensa igual, afinal já soltou uma vez. Se bem que todos os outros estão soltos até hoje (FHC, Gustavo Franco, Tereza Grossi, etc.) realmente, tem-se que concordar, para que prender só este?

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 23/09/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.