Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Sem entrelinhas

Leia a coluna de Diogo Mainardi com os nomes próprios

O colunista Diogo Mainardi publicou em sua seção, na revista Veja desta semana a acusação de uma doação ilegal de US$ 6 milhões feita por uma operadora de telefonia à campanha do PT. Mainardi identifica os personagens da história, mas não cita seus nomes. Contudo, não fica nenhuma dúvida sobre quem são os personagens a quem ele se refere. A Consultor Jurídico, publica a seguir a versão da coluna de Mainardi, dando nomes aos bois:

Diogo Mainardi

História 100% verdadeira

"Sou colunista, não sou repórter. Mas, por dever cívico, aí está o relato de como o irmão muito rico de um senador deu milhões de dólares ao bananão dos bananões. Sim, o bananão-mor"

EU: O irmão (Carlos Jereissati) do senador (Tasso Jereissatti (PSDB-CE)) que deu 1 milhão de reais à campanha do bananão dos bananões (maneira como o colunista se refere ao presidente Luís Inácio Lula da Silva).

FONTE: Pode ser verdade. Pode ser que ele tenha dado 1 milhão de reais de sua conta particular. Mas a operadora de que ele é sócio (Telemar) deu muito mais.

EU: Quanto?

FONTE: 6 milhões de dólares.

EU: Quando isso aconteceu?

FONTE: No fim de setembro de 2002.

EU: Onde foi feito o acordo?

FONTE: No hotel Gran Meliá World Trade Center.

EU: Quem negociou tudo?

FONTE: Pelo lado da operadora, o sobrinho (Carlos Jereissati Filho) do senador .

EU: Qual deles?

FONTE: O que depois foi chamado para integrar o conselho brasiliense (Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social).

EU: E quais eram os negociadores pelo lado do bananão dos bananões?

FONTE: Dr. Jekyll e Mr. Hyde . O médico (ministro Antônio Palloci) e o monstro. O médico e o professor de matemática (Delúbio Soares) .

EU: Eu não sabia que o médico (Palloci) tinha cuidado dessa área.

FONTE: Todo mundo já falou de sua sem-vergonhice no período (1993-1996 e 2000-2002) da prefeitura (de Ribeirão Preto). O que ninguém explorou até agora foi seu papel como arrecadador de fundos para a campanha. Ele é o elo entre o bananão dos bananões e o dinheiro sujo.

EU: Como os 6 milhões de dólares foram pagos?

FONTE: Um doleiro.

EU: Qual?

FONTE: Esse mesmo (Vivaldo Alves, o Birigüi) que está acusando o beirutão dos beirutões (Paulo Maluf) . Esse mesmo que foi poupado pelo partido governista na CPI (do Banestado que teve o deputado José Mentor (PT-SP) como relator). Ele tinha uma casa de câmbio no shopping center do irmão do senador (Shopping Center Iguatemi, de São Paulo).

EU: Tem certeza?

FONTE: Claro.

EU: É 100% seguro?

FONTE: 100% seguro.

EU: Isso prova que a compra da empresa (Gamecorp) do bananinha (Fábio Lula da Silva, filho do presidente) dos bananões (Lula) por parte da operadora (Telemar) do irmão do senador (Carlos Jereissati) não foi um fato isolado. O comércio entre a operadora (Telemar) do irmão do senador (Carlos Jereissati) e o bananão dos bananões (Lula) é antigo e consolidado.

FONTE: Lembre-se também dos outros sócios da operadora. Ela é 60% do Estado. Pelo menos 3,5 milhões de dólares em dinheiro público foram desviados pela campanha.

EU: É mesmo.

FONTE: E tem o sócio (Sérgio Andrade) empreiteiro (empreiteira Andrade Gutierrez). Ele é amigo do bananão dos bananões. Um de seus primos (Roberto Gutierrez) entrega malas de dinheiro para o monstro (Delúbio Soares). Uma de suas primas (Marília Andrade) pagou a cirurgia em Paris da filha do bananão dos bananões (Lurian, filha do presidente e da enfermeira Mirian Cordeiro). Por isso ele constrói tantas hidrelétricas.

EU: Não posso publicar nada disso sem apurar.

FONTE: E por que não apura?

EU: Dá trabalho demais.

FONTE: Vale a pena.

EU: Eu sei.

FONTE: Repito: é 100% seguro.

EU: O fato é que, se eu fosse menos vagabundo, o bananão dos bananões já estaria na rua.

Revista Consultor Jurídico, 3 de novembro de 2005, 21h59

Comentários de leitores

11 comentários

...nem com esse Di-ego Maisnada dando ré no kib...

uainet (Outros - Comercial)

...nem com esse Di-ego Maisnada dando ré no kibe não conseguirá ajuntar uma quantidade "respeitável" de pessoas para tirar o Lula...o sonho do Diego Mainardona é dar ré no bananão.

Cadastrei-me no blog do Noblat e não consigo co...

atento (Advogado Autônomo)

Cadastrei-me no blog do Noblat e não consigo comentar nada. Tento de novo e diz que já existe o cadastro. Mas sempre aparece um problema. Parece que tem alguma coisa que corta a "ligação" de forma que não consigo me comunicar. Que que há Noblat? Algum problema?

A "fonte" do "mais nada" é alguém da curriola d...

atento (Advogado Autônomo)

A "fonte" do "mais nada" é alguém da curriola do Daniel Dantas, o rei dos grampos,de quem ele recebe informações e grana. E não só ele: o grampão,o grampinho e toda a família de grampeadores.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 11/11/2005.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.