Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Imposto para desentendidos

IBC dá curso de tributação para não-tributaristas

Já estão abertas as inscrições para o curso “Tributação para Executivos não-tributaristas — programa modular de desenvolvimento a distância”, promovido pelo IBC Brasil. As aulas começam no dia 8 de agosto. Esta é a 3ª edição do curso de desenvolvimento a distância sobre o tema. Nesta modalidade de ensino os módulos são enviados ao endereço do aluno para a execução das atividades escolares determinadas.

Dividido em 10 módulos semanais, o conteúdo foi desenvolvido por uma equipe de profissionais sob a coordenação do advogado Júlio M. de Oliveira, sócio do Machado e Associados, e membro do comitê de assuntos legais e fiscais da Britcham, a câmara de comércio britânica.

O curso abordará temas como tributação sobre folha de salários, produção e consumo, receitas das empresas e cooperativas, renda e lucro, comércio exterior e operações externas, planejamento tributário, contencioso tributário e administração de impostos.

Outros informações podem ser obtidas no site www.ibcbrasil.com.br/tax ou Central de Atendimento da IBC, pelo telefone (11) 3017-6808.

Serviço

Curso de Tributação para Executivos não-tributaristas - programa modular de desenvolvimento a distância

Período: de 08 de agosto a 10 de outubro.

Inscrições: a partir de R$ 3.192,00 (investimento + impostos).

Informações: 11-3017-6808 ou ibc@ibcbrasil.com.br

Website: www.ibcbrasil.com.br/tax

Revista Consultor Jurídico, 29 de julho de 2005, 15h52

Comentários de leitores

1 comentário

Trata-se de um curso realmente necessário a tod...

Julius Cesar (Bacharel)

Trata-se de um curso realmente necessário a todos os brasileiros,sendo entretanto o público alvo os empresários , as maiores vítimas da fúria voraz do fisco. A carga tributária brasileira é a responsável pela pobreza de nossos concidadãos e pela estagnação de nossa economia. A fúria tributária da Fazenda Pública é insaciável. O dia mais importante do país será aquele em que o Governo Federal ou um parlamenar emviar ao Congresso Nacional uma MP ou ´projeto-de-lei, com a seguinte ementa " Veda a cobrança de honorários advocatícios, juros superiores a 1% ao mês e multa superior a 2% sobre o principal, nas ações em que a Fazenda Pública for Autora ou Ré". Transformada em lei esta proposição, o Brasil será em cinco anos uma nação próspera, com uma economia igual as das nações de primeiro. mundo.

Comentários encerrados em 06/08/2005.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.