Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Ameaça de morte

OAB do Pará pede a Thomaz Bastos proteção para frei ameaçado

O presidente da seccional OAB do Pará, Ophir Cavalcante Junior, encaminhou ao ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, ofício em que solicita o empenho do Ministério para garantir proteção à vida do frei francês Henri Burin dez Roziers, da Comissão Pastoral da Terra. A OAB do Pará afirmou que recebeu denúncias de que o frei, que mora no município de Xinguara, estaria ameaçado de morte.

“Diante da gravidade das denúncias e considerando o trabalho voltado à defesa dos direitos humanos desenvolvido pelo religioso e advogado naquela região, solicito especial empenho de V.Exa no sentido de dar proteção à vida do mesmo”, afirmou Ophir Cavalcante Junior no documento.

“Assim agindo, evitaremos que se repita o triste episódio que envolveu a missionária irmã Dorothy Stang, cujo trabalho estava sendo acompanhado pela Comissão de Direitos Humanos desta Seccional”, ressaltou o presidente da seccional. Dorothy Stang recebia ameaças de morte, mas nunca aceitou segurança pessoal.

Ophir Cavalcante Junior destacou que é dever constitucional do estado zelar pela vida das pessoas. O frei Henri é conhecido no Pará pelas atividades desenvolvidas junto à Comissão Pastoral da Terra, onde atua como advogado de pessoas carentes. As informações são da OAB nacional.

O mesmo ofício foi encaminhado pela OAB do Pará ao secretário especial de Direitos Humanos, ministro Nilmário Miranda, à superintendência da Polícia Federal e à procuradoria regional da República. Também receberam cópia do documento o governador do Pará, Simão Jatene; a secretaria especial de defesa social do governo do estado; o comando da Polícia Militar; o delegado geral da Polícia Civil e a procuradoria-geral de Justiça do estado.

Revista Consultor Jurídico, 23 de fevereiro de 2005, 19h42

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 03/03/2005.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.