Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Defesa de Abel


Ao ler a notícia o qual intitula "Censura", espantei-me pelo seu conteúdo, o qual diz respeito ao um Magistrado de Mato Grosso por nome Abel Balbino Guimarães. Informo aos senhores que a notícia que ali se encontra sob a rubrica de informação é sim uma desinformação, digo isto, porque o conheço como atuante da área jurídica e no mais tais mentiras e infâmias alardeadas, via mídia, CPI, e pessoas sem escrúpulos que tentaram macular a honra e a moral deste cidadão, estão sendo todos processados, indistintamente. (Clique para ver a notícia publicada em 2000)

Além disso, o Egrégio Tribunal de Mato Grosso, com acuidade e zelo, que são qualidades peculiares, verificou a inescrupulosa mentira e nunca houve sequer Sindicância. Repito exatamente, porque este cidadão o qual quebrou seu sigilo bancário, fiscal, patrimonial para toda população mato-grossense, jamais deveu e deixou que pessoas investidas de aprendizes de investigadores, ou bacharéis inexperiente que acreditam em fofocas, com palavras ditas ao vento viria a manchar aquilo que jamais fora manchado.

Sou colega deste cidadão. Somos professores da mesma Universidade, porém lamento que este conceituado site tenha publicado esta mentira, como se fosse verdade.

Além disso, a Censura tem que prevalecer quando se trata de macular honra e imagem, pois são valores fundamentais a qualquer ser humano "e com esta nunca se transige". Respeito. Dignidade é o que requemos em todas informações.

Fique aqui meu repúdio.

Virmieiro

Mato Grosso

Revista Consultor Jurídico, 14 de março de 2002, 15h34

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 22/03/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.