Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Mixtifórum

Mixtifórum: Chute no traseiro gera discussão entre internautas.

Por 

Uma das razões que costuma ser invocada para explicar o grande volume de processos que entopem o Judiciário é a demanda represada, ao longo de décadas.

Ou seja, conflitos que até há pouco tempo pareciam não ser motivo para um confronto no Judiciário, hoje mobilizam um batalhão de servidores públicos, muitas vezes, por bagatelas.

Isso faz com que a curiosidade sobre o que a Justiça pode fazer por cada um seja cada vez maior.

E em nenhum outro ambiente esse interesse se revela com tanta intensidade quanto na Internet.

Na semana passada, um internauta revelou numa roda de discussão que está sendo processado por ter chutado o traseiro de uma moça. E pediu auxílio jurídico aos advogados participantes do bate-papo.

Veja até onde pode chegar uma discussão como essa na Internet e as diferentes abordagens que se pode fazer a respeito de um tema.

Marcelo: Há algum tipo penal para um chute na bunda? Recebi um Mandado de intimação para audiência no Juizado Especial Criminal por dar um chute na bunda da amiga da minha namorada. Procurei no Código Penal, e o mais perto que esse ato poderia chegar seria injúria, pois, na lesão corporal ele não se tipifica, pois não houve a tal lesão. O fato foi que a "ofendida" foi na casa da minha namorada e começou a azucrinar o ouvido dela falando que eu tinha ficado com outra garota, chegando na casa da minha namorada, após uma rápida discussão, acabei dando o bendito chute. Caberia algum tipo de sanção para tal fato? Como me defenderia? Ah, detalhe, e realmente não fiquei com a suposta garota. Grato desde já.

Alexandre: O "chute na bunda" é lesão corporal leve. Se ela saiu da casa de sua namorada e deu queixa, pediu a guia de exame de corpo de delito e fez o exame, o seu "chute na bunda" terá deixado um local avermelhado, ou quem sabe roxo. Se ficou avermelhado somente, com duas ou três horas a vermelhidão sumiu, mas se ficar roxo, ela vai te lascar. Com certeza você perderá a primariedade e terá que prestar algum serviço para a sociedade. Lesão corporal leve não te levaria à cadeia, embora eu acho que você merecesse. Ah, maldito Código Penal. Vejamos um caso como o seu. Você não é um criminoso, no sentido estrito, da palavra. Você é um desequilibrado (pois não soube manter o equilíbrio) que age com violência. Isto é perigoso e deveria ser punido com mais rigor. Imagina se você pudesse passar por cima dela com o carro, ou se aparecesse um martelo em sua frente? Na hora do "desequilíbrio", você poderia ter dado uma martelada na menina, só por que ela foi te dedurar. Espero que a marca na bunda da amiga de sua namorada tenha ficado roxa, com isso, com certeza ela terá feito o exame de corpo de delito e você não escapará desse seu ato covarde. Nas mulheres, um chute é bem fácil de ficar roxo, pois as pernas das mesmas possuem menos massa muscular do que a dos homens, e com o rompimento dos vasos sanguíneos, o hematoma é bem provável de se formar. Agora não me lembro se chamamos de hematoma ou equimose. Mas que vai aparecer vai. Falou. Tá ferrado! Hehehe. Adeus concursos públicos. Outra coisa, depende da jurisprudência que usarem com você. Pode ser que o cara seja bonzinho e deixe quieto. Cadeia não dá.

Marcelo: Não houve roxo na bunda dela. Ela não fez exame de corpo de delito. Que pena. Não vou deixar de ser réu primário, para a sua infelicidade. E se você quer saber, acho que nem uma "vermelhidão" por duas ou três horas deixou. Outra, o juiz que fizer isso ir pra frente, imagina o tanto de processo que vai aparecer no gabinete dele, ele não vai querer trabalho desse tipo. E, além disso, cabe ao promotor de justiça requerer a suspensão do processo nesses casos. Viu, com menos de 12 horas de estudos consegui mais do que você pode achar no fundo do seu vasto intelecto? Passar bem, obrigado pela dica.

Zézim: Que amiga é essa, hein?! Mover todo o Judiciário por um simples chute na bunda? Que provavelmente não foi nada de mais.

Alexandre: Simples chute na bunda? Você sai chutando seus amigos na bunda? O mundo está ficando doido ou sou somente eu? Não se chuta um amigo, não se chuta uma mulher. Não se chuta nem um cachorro! Existe previsão para um "chute na bunda". Se ela denunciou, é porque deve ter juntado provas. Será que a sua namorada não vai testemunhar para a amiga dela? Ou alguém da família? Quanto à suspensão processual, você tem razão, mas ela não é incondicional. Você terá que prestar algum serviço à sociedade ou ajudar em alguma instituição beneficente. Vai ser divertido! Ah, deixa de ser covarde e vê se bate em um outro homem da próxima vez.

Marcelo: O processo for arquivado pelo Promotor de Justiça.

L.: Sem contar que o dano moral pela calúnia seria uma forma de contra-atacar juridicamente. O que causa mais danos? Um safanão no rabo de uma galinha mentirosa ou uma calúnia que poderá manchar um relacionamento amoroso ou afetivo por toda a vida?

Alexandre: Caramba, estou no meio de um bando de trogloditas. O que é isso? O cara dá um chute na bunda de uma mulher e a galera aplaude? Não existe razão para partir para a agressão física, se você não foi agredido primeiro! Colega L., você me surpreendeu! Onde está o auto-controle dos machos deste fórum? Será que ele não poderia conversar com a namorada dele sozinho, ou em outra hora? Será que ele não poderia dar um jeito de resolver as coisas na conversa? É preciso dar um chute? Que é isso? Duvido que um cara desse perdesse a paciência com um homem de verdade. Quem chuta ou bate em mulher é covarde, covarde. Não tem a mínima condição de bater em um homem do tamanho dele. O cara vem aqui, diz que chutou a bunda de uma meninazinha, confessa, e você ainda fala em calúnia! Qual foi a calúnia dela? Ela disse a verdade, ele confessou. Ela pode provar por outros meios que não o exame de corpo de delito. Fala sério. Vocês gostariam que suas filhas levassem um chute na bunda de um desequilibrado? Aí, com certeza a história seria outra. Imagina a namorada de vocês, chegando e dizendo que levou um chute na bunda de um cara, qual seria a reação de vocês? Você diria: "Bem feito sua galinha"? Vamos ter mais cabeça. Quem parte para uma agressão por uma besteira dessas que pode ser facilmente contornada, não está apto para viver em sociedade e merecia ser realmente preso. Ou que houvesse uma pena de prestação de serviço realmente eficiente.

Marcelo: Alexandre, você gostaria que uma mulher qualquer, de tanto azucrinar sua parceira botasse fim ao seu relacionamento por um ato que você NÃO cometeu? O que passaria na sua cabeça na hora que todo o seu sentimento está indo ribanceira abaixo? Ah, tem mais, você suportaria, essa mulher ir na casa da sua parceira, levantar mentiras suas para a sua sogra e ainda, olhar pra você e te chamar de galinha e de não ser homem por não assumir aquilo que você NÃO fez??? Acho que se você suportar isso tudo e não der um chute na bunda dela você não é feito de carne e osso, ou não sabe o que é gostar de uma pessoa e por um ato infantil desses ver tudo a perder sem motivo!!!

Doutor Venom: Chute na bunda não é o tipo de agressão cometida por quem quer realmente causar uma lesão corporal em alguém. Foi frescura dela, que além de mentirosa é vacilona. Aposto que ela mereceu. Infelizmente, algumas só aprendem no "totó".

Alexandre: Na verdade, acredito que contanto que a "mentirosa e vacilona" não seja sua mãe e irmã, tudo bem, né?! Um chute é um tipo de agressão cometida por alguém que quer causar lesão, sim. O problema é ele bater em um lugar onde cause lesão, seja por incompetência de quem chuta ou por vontade de não causar lesão. Um relacionamento tão intenso como o que ele diz ter, não deveria acabar assim tão fácil. Será que ele não daria razões para a namorada acreditar que ele dava umas galinhadas? Será que o relacionamento da vida dele não estaria por um fio, por outros motivos? Espero que as "vacilonas, galinhas, idiotas, mentirosas" (e todos os outros adjetivos que a pobre vítima de um ato de covardia foi chamada aqui neste fórum) não venham a ser no futuro a mãe, e a irmã de vocês! Com certeza a história seria outra.

Doutor Venom: Se fosse minha mãe ou irmã quem iria ter chutado era eu mesmo...

Chacal: Peçonhento Doutor, meus parabéns. Sua resposta encerrou a questão da chata bocuda, e do chutador de bundas acuado pela lei. Afinal, quem nunca ficou, paralelamente, com outra garota para um mero test-drive, ainda que dentro dum relacionamento firme e compensador? Se ele estava certo ou errado em chutá-la no traseiro, difícil discutir. Mulheres de boca afiada são uma praga prevista até mesmo na Bíblia (vide Eclesiastes), e mesmo com muito equilíbrio há de se perder a paciência hora ou outra. Ao Marcelo, recomendo da próxima vez que experimente ficar com a tal denunciadora para ver se esta acalma os ânimos de CPI sentimental. Quem sabe ela gostaria que você fizesse outra coisa no orifício entre os glúteos dela antes de uns sopapos na bundinha. Opa, perdoem. O news de sexo não é aqui.

 é colunista da Revista Consultor Jurídico.

Revista Consultor Jurídico, 30 de agosto de 2002, 18h22

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 07/09/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.