Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Truque virtual

Armadilha em site espanhol detecta 6 mil supostos pedófilos

Cerca de 6 mil internautas foram apanhados em armadilha montada por uma fundação espanhola. O objetivo da armadilha era denunciar a exploração sexual de menores. O site Nymphasex oferecia, supostamente, imagens de pornografia infantil e prometia contatos com adolescentes. Segundo o site Digito, tratava-se de uma experiência conduzida pela Fundação Anesvad.

O artifício heterodoxo pode render problemas para seus promotores uma vez que, além de não ter valor legal, pode ser alvo de questionamento judicial. Pelas informações disponíveis não se sabe se o aliciamento virtual serviu para colher informações dos internautas.

O site foi lançado no início do mês de outubro e anunciava uma grande estréia no dia 16. A partir dessa data seriam colocados on-line vários serviços exclusivos, que incluíam 'fotos e vídeos por encomenda, webcam nos balneários de colégios e jogos interativos para pedófilos'.

Na data anunciada, os visitantes foram surpreendidos. Ao clicarem em qualquer ligação do site eram encaminhados para uma página com informação sobre os abusos sexuais de menores.

Durante os 15 dias em que durou a experiência, o site registrou um número aproximado de 400 visitas diárias. Nesse período, as empresas de internet reagiram contra o Nymphasex. Até mesmo o provedor Airtel, onde a página antipedofilia está hospedada, ameaçou tirar o site do ar.

Com informações do Globo Online

Revista Consultor Jurídico, 18 de outubro de 2001, 19h57

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 26/10/2001.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.