Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Voto exportação

Paraguai vai utilizar urnas eletrônicas brasileiras

Por 

Técnicos da Organização dos Estados Americanos (OEA) e do Tribunal Supremo de Justiça Eleitoral do Paraguai (TSJE) estão em Brasília discutindo com especialistas do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a utilização da urna eletrônica nas eleições municipais paraguaias, que se realizam a 18 de novembro próximo. A parte operacional do processo eleitoral ficará a cargo do TRE do Paraná.

A eleição informatizada é uma novidade no Paraguai. O voto eletrônico vai atingir pouco mais de 1% do eleitorado. Ou seja, de um total de 2,3 milhões de eleitores, apenas 26.500 utilizarão a urna eletrônica, já implantada em todos os estados brasileiros.

De acordo com a especialista da OEA, Carla Vaccarella, o interesse da entidade pela urna eletrônica surgiu depois de análise minuciosa da experiência do Brasil. "Concluímos que foi uma experiência muito positiva e que deve ser implantada em outros países", observou.

 é repórter da revista Consultor Jurídico em Brasília

Revista Consultor Jurídico, 10 de julho de 2001, 22h26

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 18/07/2001.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.