Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Recall

GM enfrentará processo administrativo por defeitos nos cintos

O diretor do Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor do Ministério da Justiça, Roberto Freitas Filho, determinou a abertura de processo administrativo contra a montadora General Motors (GM).

O despacho do diretor foi publicado nesta segunda-feira (6/11) no Diário Oficial da União. A empresa deverá ser notificada para que apresente a sua defesa.

O processo refere-se aos defeitos nos cintos dianteiros dos carros Corsa e Tigra fabricados até 1999.

Segundo o diretor, o escritório regional da GM em Belo Horizonte prestou informações de que a montadora sabia dos problemas com os cintos desde o ano passado, mas iniciou os avisos públicos sobre o problema apenas em setembro de 2000.

Os exames dos cintos de segurança foram feitos em abril do ano passado quando um acidente com um Corsa causou a morte de um dos ocupantes do veículo.

Revista Consultor Jurídico, 6 de novembro de 2000, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 14/11/2000.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.