Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Deputado de gorro

Brincadeira de deputado adia votação de orçamento em Brasília

Uma brincadeira feita pelo deputado distrital, João de Deus (PDT), adiou a votação da proposta orçamentária do Distrito Federal para 2001, que prevê receitas de R$ 6,3 bilhões.

Depois de quase seis horas de sessão extraordinária na noite de segunda-feira (18/12), os deputados haviam começado a discutir o Orçamento para o próximo ano.

No terceiro discurso, da deputada Lúcia Carvalho (PT), João de Deus entrou com um gorro vermelho e começou a jogar papel picado em deputados e assessores que estavam no plenário.

Diante da brincadeira, o presidente da Câmara, Edimar Pireneus (PMDB), resolveu encerrar a sessão para a votação.

Revista Consultor Jurídico, 19 de dezembro de 2000, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 27/12/2000.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.