Consultor Jurídico

Local interditado

Incêndio atinge prédio do Tribunal de Justiça do Ceará, mas não deixa vítimas

Um incêndio de grandes proporções atingiu a sede do Tribunal de Justiça do Ceará na madrugada desta segunda-feira (6/9). O fogo começou por volta das 4h no almoxarifado do prédio. 

Sede do TJ do Ceará, no centro de Fortaleza

Não há processos físicos no local atingido pelo fogo. De acordo com o Corpo de Bombeiros, dois policiais que faziam a segurança do prédio ficaram levemente feridos, com pequenas escoriações. O prédio teve que ser totalmente interditado.

"O almoxarifado é um ambiente que possui material combustível, papel, madeira, móveis, o que facilita a propagação do incêndio", disse o coronel do Corpo de Bombeiros Ronaldo Araújo.

O coronel disse que as chamas atingiram dois andares do prédio, mas ficaram restritas a uma única ala. O Corpo de Bombeiros também acionou a Defesa Civil para fazer uma inspeção detalhada para saber se há risco de desabamento da estrutura.

O governador do Ceará Camilo Santana e a presidente do Tribunal de Justiça do Ceará, desembargadora Naílde Pinheiro, estiveram no local durante a manhã e acompanharam o trabalho dos bombeiros no controle do incêndio.

Em nota, o TJ-CE informou que o Judiciário do estado permanece trabalhando de forma remota. "O nosso acervo processual encontra-se preservado e nossas atividades continuarão no home office", disse a presidente do tribunal. 

A desembargadora vai participar de uma reunião para iniciar as tratativas para reconstrução da parte do prédio que foi danificada pelo incêndio: "Em breve, tudo estará sanado".




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 6 de setembro de 2021, 15h21

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 14/09/2021.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.