Consultor Jurídico

Equilíbrio socioeconômico

Aras recebe medalha e é homenageado no Personalidades do Ano

O procurador-geral da República, Augusto Aras, foi um dos indicados ao prêmio de personalidade do ano do Global Council of Sustainability and Marketing (GCSM) e do Fórum das Américas. A premiação tem como objetivo o reconhecimento e a disseminação de gestões transformadoras que colaboraram na vida e no desenvolvimento dos brasileiros e do país e o tema deste ano foi "Compliance, ESG, Energia e Desenvolvimento com Equilíbrio Socioeconômico Ambiental".  

Luiz Carlos Trabuco Cappi, do Bradesco, cumprimenta PGR Augusto Aras, na premiação de Personalidades do Ano
Egberto Nogueira/Imã

Nesta quarta-feira (8/12), Aras foi homenageado e recebeu medalha, na área dele, por defender a unidade institucional do Ministério Público, "bem representado no fortalecimento do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) e na perene valorização do Ministério Público brasileiro e de instituições como o Conselho Nacional de Procuradores-Gerais (CNPG)". 

Segundo o GCSM, Aras acredita no sistema econômico baseado no mercado, na livre inciativa e proteção à propriedade privada, como insculpido na Constituição de 1988.

"Defende a atuação preventiva mediante acordos de cooperação com os principais atores da ordem econômica e regulação, para evitar que os conflitos se avolumem e terminem como travas do desenvolvimento social, econômico e ambiental, emperrando a máquina judiciária; compreendendo, assim, o Ministério Público brasileiro como uma instituição reconhecida por buscar a defesa da ordem jurídica, do regime democrático e dos interesses sociais e individuais indisponíveis."

O PGR é bacharel em Direito pela Universidade Católica de Salvador (1981), mestre em Direito Econômico pela Universidade Federal da Bahia (2000) e doutor em Direito Constitucional pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2005). Nascido em Salvador, ingressou na carreira do Ministério Público Federal em 1987.

Foi representante do MPF no Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) entre 2008 e 2010 e promovido a subprocurador-geral da República em 2011. Em setembro de 2019, foi indicado ao cargo de procurador-geral da República e, em 2021, reconduzido pelo presidente da República, Jair Bolsonaro. Aprovado pelo Senado nas duas ocasiões, tem mandato até setembro de 2023.

O grande vencedor do evento deste ano foi o engenheiro Wilson Ferreira Júnior, presidente da Vibra Energia.

Os indicados a Personalidades do Ano, prêmio da GCSM com o Fórum das Américas
Egberto Nogueira/Imã

 




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 8 de dezembro de 2021, 18h23

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 16/12/2021.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.