Consultor Jurídico

Porta giratória

Paulo Maiurino é nomeado diretor-geral da Polícia Federal

Nesta terça-feira (6/4), o novo ministro da Justiça, Anderson Torres, anunciou o delegado Paulo Maiurino como diretor-geral da Polícia Federal, em substituição a Rolando de Souza.

Paulo Maiurino, novo diretor-geral da PF Reprodução/LinkedIn

Na PF há 22 anos, Maiurino trabalhava desde o último ano como assessor especial de segurança institucional e transporte da Presidência do Conselho de Justiça Federal (CJF), ocupada pelo ministro Humberto Martins.

Antes disso, entre 2019 e 2020, o delegado também trabalhou como secretário de segurança do Supremo Tribunal Federal, quando o general Fernando Azevedo era assessor do então presidente da Corte, ministro Dias Toffoli.

Também já atuou no Conselho de Segurança Pública do Estado do Rio de Janeiro, foi secretário de Estado e subsecretário de Segurança Pública do governo de São Paulo, assessor especial da Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal e corregedor-geral no Ministério da Justiça.

Dentro da PF, Maiurino já chefiou Interpol no Brasil, o Serviço de Planejamento e Controle, a Divisão de Organização e Métodos da Diretoria de Administração e Logística e a delegacia de Chuí (RS), além de ter atuado como assessor de relações internacionais da direção-geral.

O novo diretor já havia sido cotado para o cargo em 2020, quando o ministro Alexandre de Moraes, do STF, suspendeu a nomeação de Alexandre Ramagem ao posto.




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 6 de abril de 2021, 20h08

Comentários de leitores

2 comentários

Eu sei! Errei a digitação...

Eduardo. Adv. (Advogado Autônomo)

Digo, "Poderiam ser mais originais, não?".

Eu sei! Vi no Migalhas 5.075 antes!

Eduardo. Adv. (Advogado Autônomo)

Poderiam ser mais origonais, não?

Comentários encerrados em 14/04/2021.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.