Consultor Jurídico

Informações públicas

STF lança nova página de transparência de dados

O Supremo Tribunal Federal aprimorou a transparência da Corte unificando as estatísticas de prestação jurisdicional em um único espaço. Por meio deste endereço, é possível consultar as informações públicas de modo intuitivo e amigável, em formato de dados abertos e atualizados sem intervenção manual.

STF

A novidade resulta da ação Transparência de Dados, um dos 12 projetos estratégicos da gestão do ministro Dias Toffoli, que se encerrou na última quinta-feira (10). "A iniciativa nasceu como resposta à necessidade de modernização e aperfeiçoamento da transparência institucional, com foco na integração, na sistematização e na disponibilidade dos dados estatísticos", explica a secretária-geral da Presidência do STF, Daiane Nogueira.

Neste novo modelo, os painéis, já disponibilizados no sistema anterior, foram organizados de forma prática. Estão divididos por temas como acervo, pauta do Plenário e das Turmas, decisões (monocráticas e colegiadas), trabalho remoto e julgamentos virtuais, entre outros. Ao clicar no item Pauta do Plenário, por exemplo, há estatísticas sobre total de processos, quantidade daqueles com vista pendente e divisão entre Plenário Virtual e Presencial, por relator e por classes processuais.

Antes da implementação da nova página, as estatísticas da Corte só podiam ser acessadas por meio do Internet Explorer, navegador já descontinuado. Agora, é possível visualizá-las em qualquer browser, inclusive no celular. "Essa iniciativa, além de aproximar o Tribunal da sociedade, permite maior governança e agilidade na tomada de decisões pela Corte", considera a secretária-geral.

Além do envolvimento da Secretaria-Geral da Presidência, o plano foi executado pelas Secretarias de Gestão Estratégica (SGE) e de Tecnologia da Informação (STI). Com informações da assessoria de imprensa do STF.

Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 13 de setembro de 2020, 9h15

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 21/09/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.