Consultor Jurídico

Opinião

A importância da due diligence para a gestão financeira da empresa

Por 

A due diligence é um procedimento ainda mais abrangente do que a auditoria. Dessa forma, essa prática consiste em uma análise criteriosa dos documentos da empresa e das suas atividades.  

Portanto, a due diligence compreende os âmbitos contábil, fiscal, administrativo, trabalhista, imobiliário, cível e previdenciário, o que reflete o alcance de seus resultados. Esse procedimento requer o estudo da dinâmica interna de todos os departamentos da empresa, de forma a avaliar a regularidade das práticas cotidianas.  

Assim, proporciona maior segurança para as atividades da empresa, permitindo a identificação de possíveis erros e falhas. Durante o processo, são analisados os demonstrativos contábeis e financeiros, o cumprimento das obrigações, a análise de documentos e gestão de passivos, bem como da saúde financeira do negócio.  

A due diligence é um procedimento de ampla aplicabilidade, visto que permite que a empresa reestruture seu planejamento estratégico na busca por maior desenvolvimento econômico. Além disso, também estará presente nos processos de fusão, aquisição e incorporação de empresas, como meio de avaliação das condições de negociação. É um recurso de prevenção e inovação, pois identifica eventuais falhas e permite que a empresa explore o máximo de seu potencial lucrativo.  

Desse modo, mesmo com as instabilidades do mercado, a empresa irá embasar suas principais decisões em dados realistas, que refletem a sua verdadeira posição financeira e administrativa. Nesse mesmo sentido, a due diligence tributária proporciona o equilíbrio à finanças empresariais, por meio da reestruturação da sua política fiscal.  

Através desse processo, que acarreta uma análise criteriosa de todos os documentos da empresa, a gestão terá acesso a um feedback detalhado sobre o reflexo de suas ações no sucesso do empreendimento.  

Dessa forma, a due diligence objetiva oferecer diagnósticos que propiciem melhorias no gerenciamento e nas finanças da empresa. Assim, a gestão reduz riscos, que já são inerentes à própria atividade empresarial, mas que podem ameaçar os bons resultados, especialmente a longo prazo. Além disso, o profissional especialista no procedimento realiza o estudo sobre a concorrência no segmento de atuação da empresa, de forma a modernizar o seu planejamento estratégico.  

Como resultado, possibilita que a empresa se posicione como autoridade em seu ramo de atuação, tornando-se referência na prestação de seus serviços ou na comercialização de seus produtos. 

Ao implementar a due diligence na sua empresa, é possível aproveitar uma série de benefícios, decorrentes deste procedimento. Proporciona o reequilíbrio das finanças da empresa, como consequência das análises realizadas. Dessa forma, submetendo as práticas contábeis, fiscais e financeiras da empresa, a gestão poderá modificar a dinâmica da distribuição de seus recursos. 

Esse procedimento permite identificar os riscos, suas causas e o que pode ser feito para neutralizá-los. Portanto, oferece maior segurança aos empreendimentos, visto que todas as ações serão previamente estudadas e planejadas.  

Ao identificar falhas e melhorias que são necessárias, a empresa implementa um modelo de negócio mais assertivo, que proporcionará resultados mais expressivos. Também possui como resultado a conformidade das práticas da empresa com a legislação aplicável. Diante da complexidade dos dispositivos vigentes, garantir o cumprimento da lei é obrigação de toda boa gestão.  

Especialmente nos processos de fusão, aquisição ou incorporação, essa garantia é fundamental para a regularidade das transações. 

É fundamental avaliar a eficácia do plano de negócios de uma empresa. Dessa forma, é possível identificar novas oportunidades de investimentos para que a empresa expanda sua atuação no mercado. Consequentemente, o negócio irá se desenvolver mais rapidamente, conquistando um maior público. 

Os diferenciais da due diligence também são aplicáveis à esfera tributária de uma empresa. Desse modo, esse processo consiste na análise da gestão do passivo tributário da empresa, de forma a identificar, com precisão, a carga tributária devida. Assim, possibilita o levantamento de valores pagos a maior, apontando o caminho para a elaboração de um planejamento tributário eficiente.  

Portanto, para que seja possível reduzir os tributos devidos, através da elisão fiscal, a due diligence tributária se caracteriza pelo enfoque nas práticas fiscais do negócio, de modo a apontar, entre outras questões, o regime de tributação mais adequado.  

Os resultados alcançados pela due diligence tributária promovem o maior controle sobre a gestão dos tributos devidos, de forma a garantir o cumprimento regular das obrigações, principais e acessórias. 




Topo da página

 é advogado tributarista de inteligência de negócios, mestre em Direito pela USP-Universidade de São Paulo e sócio-fundador do R Mariano Advogados.

Revista Consultor Jurídico, 18 de outubro de 2020, 17h14

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 26/10/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.