Consultor Jurídico

Luto na advocacia

Morre o criminalista Osvaldo Serrão, aos 68 anos

Morreu nesta sexta-feira (9/10) o advogado criminalista Osvaldo Serrão, aos 68 anos, um dos fundadores da Associação Brasileira dos Advogados Criminalistas (Abracrim).

Formado pela Universidade Federal do Estado do Pará, era reconhecido como um dos maiores nomes da advocacia no estado. Exercia a vice-presidência da Abracrim e integrava a Academia Brasileira de Direito Criminal e a Academia Paulista de Júri, além de ser o responsável pela estruturação da Escola de Oratória de Júri em Belém.

Leia a nota divulgada pelas presidências estaduais e nacional da Abracrim:

É com grande pesar que a ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS ADVOGADOS CRIMINALISTAS - ABRACRIM recebe a notícia de falecimento do eminente advogado Dr. Osvaldo de Jesus Serrão Aquino.

Tendo dedicado sua vida à advocacia criminal, Dr. Osvaldo Serrão era formado pela Universidade Federal do Estado do Pará, sendo reconhecido pela seriedade ética no exercício da profissão, tendo, inclusive, participado, em 17 de setembro de 1993, da fundação da ABRACRIM ocorrida no I Encontro Brasileiro dos Advogados Criminalistas.

Com ampla dedicação à advocacia, Dr. Osvaldo Serrão ocupava, atualmente, a vice-presidência da Associação Brasileira dos Advogados Criminalistas (ABRACRIM), tendo exercido os cargos de conselheiro seccional nos biênios 1988/89, 1990/91, 1992/93, 1995/97, 2001/03 e 2004/06 na OAB/PA, além de conselheiro Federal no triênio 2016/18, ex-professor da Escola Superior de Advocacia da OAB/PA e professor convidado da Escola Superior de Advocacia da OAB/SP, além de membro da Academia Brasileira de Direito Criminal e da Academia Paulista de Júri.

Foi ainda responsável pela estruturação da Escola de Oratória de Júri em Belém e pela fundação da Academia Paraense de Júri (professor), assim como da Associação dos Advogados Criminalistas do Pará (ex-presidente) e da Academia Amapaense de Júri (fundador e professor), bem assim contribuído com outras instituições como membro fundador do Instituto Paraense do Direito de Defesa (IPDD), membro do Instituto Brasileiro de Ciências Criminais e do Instituto Brasileiro do Direito de Defesa.

Ao tempo que, consternados, lamentamos sua partida, a ABRACRIM reconhece e agradece toda sua dedicação e contribuição na luta pelo direito de defesa e pela união da advocacia criminal Brasileira.

A advocacia e a ABRACRIM perdem um de seus ícones que sempre será relembrado como referência de homem, advogado e cidadão.

Aos familiares e amigos do Dr. Osvaldo de Jesus Serrão Aquino externamos nossos votos de paz e solidariedade, e rogamos a Deus as suas bençãos e o conforto a todos os familiares.

Descanse em paz, Osvaldo Serrão.

Belém, 11 de outubro de 2020.




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 12 de outubro de 2020, 9h59

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 20/10/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.