Consultor Jurídico

Direito do consumidor

Procon-SP registra mais de 8 mil atendimentos relacionados ao coronavírus

O Procon de São Paulo já registrou mais de 8 mil atendimentos relacionados ao avanço da pandemia de Covid-19. Conforme dados do órgão vinculado à Secretaria da Justiça e da Cidadania, as agências de viagem respondem por 52% das demandas dos consumidores com 2.116 queixas. Elas são seguidas pelas companhias aéreas com 30% do total — o equivalente a 1.228 registros.

Companhias aéreas ficaram em segundo lugar no volume de reclamações recebidas
Lucio Daou/Divulgação

Dos 8.239 registros — que se referem a queixas ou pedidos de orientação de cancelamentos de viagens, eventos e outros contratos, além de denúncia de abusividade de preços e ausência de produtos — 4.056 são reclamações e 4.183,consultas.

Segundo o Procon-SP, além das reclamações contra agências de viagem e companhias aéreas, os consumidores relataram problemas com farmácias, lojas e supermercados (11% das demandas). Programas de fidelidade (2% do total), instituições financeiras (2%), ingressos e eventos (1%) e cruzeiros (1%) completam a lista de reclamados.

Os consumidores que enfrentam dificuldade para entrar em contato com as empresas devem procurar os canais de atendimento à distância do Procon-SP.

Clique aqui para acessar o site do Procon-SP

Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 31 de março de 2020, 17h10

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 08/04/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.