Consultor Jurídico

Estúdio ConJur

Neoway lança duas soluções inéditas para elevar o Direito a novo patamar

Não é de hoje que os juristas se deparam com grandes desafios em suas atividades. O número de processos aumenta dia após dia com mais detalhes e informações e, para dificultar o cotidiano, cada tribunal do país utiliza um sistema diferente e, muitas vezes, não possuem cadastro padronizado, inviabilizando a comunicação entre eles.

O problema não está na disponibilização de dados. A quantidade de causas e a digitalização dos documentos aumentam cada vez mais o volume de informações acessíveis. A dificuldade está em analisá-los de uma forma rápida, eficiente e precisa. Para lidar com todas as variáveis que possam impactar diretamente o desfecho de uma ação, a jurimetria tem um papel preponderante. Nesse cenário, a tecnologia é o único mecanismo capaz de proporcionar análises fundamentadas em grandes quantidades de dados.

Os profissionais do Direito precisam acompanhar as inovações da área, pois elas são um diferencial competitivo estratégico para a tomada de decisão mais eficiente. Segundo o McKinsey Global Institute, cerca de 25% do trabalho de um advogado pode ser automatizado e a adoção de tecnologias permite reduzir as horas de trabalho em 13%. Assim, eles conseguem focar na estratégia e interpretação dos fatos, desempenhando um papel intelectual ao invés de atividades repetitivas.

Tecnologia
Soluções como as recém-lançadas pela Neoway estão na vanguarda desse segmento. Os lançamentos usam deep learning (aprendizado profundo de máquina) para dar previsibilidade sobre decisões judiciais e apoiar estratégias jurídicas, como a revisão do contingenciamento de processos.

O Neoway Lawsuits traz inteligência jurídica às organizações. Escritórios de advocacia e departamentos jurídicos de empresas podem acompanhar a distribuição de novos processos no Brasil inteiro, identificando tendências e até oportunidades comerciais. É uma ferramenta interessante também para compliance, pois ajuda a identificar casos de lavagem de dinheiro, faz consultas por CPF e CNPJ (inclusive em listas, nacionais e internacionais, de procurados pela justiça criminal incluindo mandados de prisão) e cria scores de recuperação de crédito, entre outros.

A solução permite gerenciar créditos, criar indicadores, gerar leads para advogados, elaborar relatórios de diligência e de gestão de riscos para negociações de M&A, por exemplo. Tudo isso pode ser visualizado diretamente na plataforma, por meio de API ou API on demand. As atualizações sob demanda foram feitas sob medida para quem precisa da informação mais fidedigna para determinada situação, permitindo a atualização dos processos para onboarding de clientes ou profissionais, especialmente nas situações de Risk&Compliance.

Para áreas jurídicas de médias e grandes empresas, além de escritório de advocacia com alto volume de processos, a empresa desenvolveu uma solução de jurimetria avançada. Avançada porque tem a capacidade de entender textos processuais, como decisões e petições. O Neoway Legal traz informações relevantes para o contingenciamento, detecção de fraudes, identificação de teses-raiz, predição de tempo e probabilidade de êxito para cada processo e para toda a carteira processual. Os maiores litigantes, como o poder público, instituições financeiras, seguradoras, e-commerces e empresas de energia, são os principais beneficiados pela utilização desse tipo de plataforma. Isso porque ela oferece uma visão estratégica de grandes carteiras processuais, eleva a precisão do provisionamento de risco e favorece a avaliação de fornecedores e concorrentes.

Além do conhecimento técnico, muitas vezes, as decisões eram tomadas na experiência do advogado. Atualmente, o setor tem a seu favor a inteligência artificial, que monitora petições e decisões judiciais de todo o Brasil levando em consideração, de forma automatizada, a linguagem natural jurídica (L-NLP) por meio de processamento. Isso dá mais segurança jurídica para ou definir a linha de atuação, ou readequar sua defesa, aumentando consideravelmente a eficiência e previsibilidade das estratégias escolhidas, incluindo a escolha por acordos.

Inovação como aliada
As ferramentas tecnológicas são armas poderosas. Com elas, advogados, escritórios de advocacia, juízes e gestores jurídicos têm a seu favor dados reais e atualizados para avaliar questões como quem são as partes que mais processam; indícios de fraudes; impactos financeiros gerados; visibilidade da carteira de processos e passivos em relação à média geral do mercado; quantidade e motivações de ações em cada Estado brasileiro. A inovação possibilita coletar dados detalhados de processos, separando-os de acordo com tribunais, advogados, decisões, entre outros "filtros", extraindo informações valiosas para a tomada de decisão dentro e fora dos tribunais.

A rapidez na atualização da base processual é um diferencial das soluções da Neoway. Por exemplo, as soluções já disponibilizam os processos referentes ao coronavírus. Desde março de 2020, quando o CNJ (Conselho Nacional de Justiça) criou o assunto "Covid-19" para processos judiciais, até junho foram identificados em todo o país cerca de 7,5 mil processos que tratam desse tema, totalizando R$ 11 bilhões em valores de causas.

A inteligência artificial, por meio da análise profunda sobre os documentos processuais, gera estatísticas para elaboração de defesa, negociação de acordos e gestão de contingenciamento, levando em consideração decisões anteriores em casos semelhantes. Esse é um ponto importante, pois, dependendo do tribunal em que está sendo julgado, não é raro que sejam tomadas decisões diferentes sobre temas parecidos. Além disso, permite que a organização faça o benchmarking comparando seus resultados com os demais da vertical de mercado em que atua.

"A digitalização do setor, que foi o primeiro passo, já se tornou um caminho sem volta. Ela está cada vez mais presente no cotidiano do Direito trazendo mudanças significativas, de políticas a procedimentos. Agora a inteligência artificial é aplicada ao maior Big Data de processos judiciais do país, produzindo essas duas soluções sem precedentes que acabam de sair do forno. E, assim como qualquer fator novo dessa dimensão, traz a necessidade de uma série adaptações e diversas oportunidades", destaca Ricardo Fernandes, chief researcher da Neoway.

Porém, é de extrema importância ressaltar que, independentemente de quão avançada seja a tecnologia, a máquina nunca substituirá o ser humano. "A decisão final de qual caminho seguir sempre será de uma pessoa. As informações e dados que se tenha disponíveis podem servir como um norte, mas o fator analítico, real e emocional, será preponderante no êxito de qualquer processo", salienta Fernandes. "Ao mesmo tempo em que Big Data, Analytics, inteligência artificial chegam para revolucionar o mercado jurídico, provendo mais inteligência ao setor, elas vão deixar ainda mais evidente o protagonismo do bom profissional".

As tecnologias abrem perspectivas antes inimagináveis, mas elas são o meio e não o fim. "De qualquer forma, a sensação é que adotá-las ou não deixou de ser opcional. É fundamental para a sobrevivência de qualquer negócio", conclui Fernandes.

Com as novas soluções, a maior empresa de Big Data e inteligência artificial da América Latina entra em definitivo para o mercado de legaltechs ou lawtechs. A meta da Neoway é conquistar a liderança em mais esse mercado por meio de tecnologias que favoreçam o aumento da lucratividade e da qualidade da informação consumida por escritórios e departamentos jurídicos. E isso é só o começo: a empresa irá lançar em breve para todos os advogados do país, uma solução de pesquisa avançada de jurisprudência desenvolvida com inteligência artificial.

Clique aqui para mais informações




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 17 de junho de 2020, 9h15

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 25/06/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.