Consultor Jurídico

Fase laranja

OAB pede na prefeitura reabertura dos escritórios de advocacia em São Paulo

Dirigentes da OAB, incluindo o presidente da Ordem em São Paulo, Caio Augusto, estiveram nesta quarta-feira (3/6) na Casa Civil da Prefeitura de São Paulo para entregar o protocolo para reabertura dos escritórios de advocacia e da Casa dos Advogados.

Edifício Matarazzo, sede da Prefeitura de SP

A reunião foi intermediada pelo presidente da Câmara Municipal, vereador Eduardo Tuma (PSDB), que também é advogado e professor de Direito da FMU (Faculdades Metropolitanas Unidas). Os escritórios de advocacia estão funcionando em home office — o protocolo é para retomar o atendimento presencial.

Nos últimos três dias, Tuma articulou a entrega de protocolos por entidades dos mais variados segmentos, como restaurantes, bufês e eventos, construção civil, imobiliárias e shoppings populares.

Pelo decreto do governo do Estado do Plano São Paulo, os escritórios poderiam voltar a funcionar na fase 2 (laranja), "a que estamos na capital". "Só depende do aval da vigilância sanitária para o protocolo apresentado pela entidade. Ainda não há uma data certa, Casa Civil e Covisa [vigilância sanitária] estão trabalhando para que seja o mais rápido possível", disse Tuma.

Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 3 de junho de 2020, 16h39

Comentários de leitores

1 comentário

Ato iníquo

O IDEÓLOGO (Cartorário)

A OAB ingressa na ilegalidade. Quer que os seus associados abram os escritórios.
Mas, mais importante que escritório de advogado são as clínicas médicas e de consultórios de dentistas.
Vade retro...OAB!!!

Comentários encerrados em 11/06/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.