Consultor Jurídico

Notícias

Alimentos provisórios

Juiz determina que viúva de Gugu receba pensão de R$ 100 mil por mês

Reprodução/InstagramGugu Liberato, os filhos dele e Rose Miriam

O juiz da 9ª Vara da Família e das Sucessões do Foro Central da Capital do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo deferiu o pedido de pensão à viúva de Gugu Liberato, Rose Miriam di Matteo.

Na decisão, o magistrado fixou alimentos provisórios em favor da viúva, a serem pagos pelo espólio, no valor de R$ 100 mil ao mês.

O juiz ainda ressalta que o valor é equivalente ao que Gugu destinou para sustento da mãe dele, Maria do Céu, “bem satisfaz, ao menos para este momento, a equação possibilidades do alimentante (espólio) e necessidades da alimentada".

O pedido foi feito pelos advogados Nelson Wilians e João Vinícius Manssur, que representam Rose. “A decisão foi sensível ao momento que passa Rose Miriam. Após a morte de Gugu, que era o mantenedor dela e dos filhos, ela ficou sem recursos até para manter as despesas de casa, já que a inventariante do espólio é a irmã de Gugu, que não repassou absolutamente nada para Rose”, diz Wilians.

O apresentador da TV Record teve a morte confirmada no dia 22 de novembro do ano passado após passar dois dias internado em um hospital de Orlando, na Flórida (EUA), em decorrência de uma queda sofrida em casa.

Revista Consultor Jurídico, 24 de janeiro de 2020, 14h31

Comentários de leitores

1 comentário

GUGU

O IDEÓLOGO (Outros)

O falecido Gugu, possivelmente, deveria ter alguma "rusga profunda", com a mãe de seus filhos. Ou então, a união somente foi para "brasileiro ver".

Comentários encerrados em 01/02/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.