Consultor Jurídico

Notícias

Até março

Celso de Mello passa bem após cirurgia no quadril

STFEm 49 anos, é o primeiro afastamento de Celso de Mello no serviço público

O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal, passou por uma cirurgia nesta quarta-feira (22/1), segundo a assessoria de imprensa do tribunal. A cirurgia ocorreu pela manhã, na unidade do Distrito Federal do Hospital Sírio-Libanês, e o decano passa bem.

A colocação de uma prótese no quadril deve afastar Celso do STF, pelo menos, até 19 de março. Por isso, o ministro foi excluído do sorteio de novos processos nesse período.

O decano do Supremo vinha se locomovendo com dificuldade nos últimos meses.

É a primeira vez, em 49 anos de atividades no funcionalismo público, que Celso se afasta de sua função.

O ministro está na Corte desde agosto de 1989, e sua aposentadoria compulsória está prevista para 31 de outubro de 2020. Ele integra a Segunda Turma com os ministros Edson Fachin, Cármen Lúcia, Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski.

Revista Consultor Jurídico, 22 de janeiro de 2020, 21h11

Comentários de leitores

2 comentários

Deveria aproveitar e aposentar dia 02-02

daniel (Outros - Administrativa)

Deveria aproveitar e aposentar dia 02-02, e liberar espaço para que o STF siga a democracia e sejam indicados Ministros do STF que não sejam de Esquerda e ligados ao coitadismo

Que coisa não?

João B. G. dos Santos (Advogado Autônomo - Criminal)

Deve ser muito bom ser juiz dessa corte. O camarada não larga o osso de jeito nenhum.

Comentários encerrados em 30/01/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.