Consultor Jurídico

Notícias

Até março

Celso de Mello passa por cirurgia de quadril nesta semana

Em 49 anos, será o primeiro afastamento de Celso de Mello no serviço público
Gervásio Baptista/STF

A assessoria de imprensa do Supremo Tribunal Federal confirmou que o ministro Celso de Mello está internado e passará por uma cirurgia de quadril nesta semana.

O decano, que tem se locomovido com dificuldade nos últimos meses e irá colocar uma prótese no quadril, tem a volta prevista ao STF para o próximo dia 19 de março. Por conta dessa licença, foi excluído do sorteio de novos processos até o retorno.

Será a primeira vez, em 49 anos de atividades no funcionalismo público, que o ministro se afasta de sua função.

O ministro está no Supremo desde agosto de 1989, e sua aposentadoria compulsória está prevista para 31 de outubro de 2020. Ele integra a Segunda Turma com os ministros Edson Fachin, Carmen Lúcia, Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski.

Revista Consultor Jurídico, 21 de janeiro de 2020, 20h35

Comentários de leitores

1 comentário

Exemplo de Juiz

Professor Luiz Guerra (Advogado Sócio de Escritório - Comercial)

O ministro Celso de Mello é exemplo de servidor público e de juiz. Magistrado discreto e portador de elevada cultura jurídica desfalcará o Supremo Tribunal Federal com o seu afastamento por conta da cirurgia anunciada e, posteriormente, com a futura aposentadoria compulsória no mês outubro deste ano. Desejo ao ministro ótima recuperação.
Professor Luiz Guerra (CEO Guerra Advogados)

Comentários encerrados em 29/01/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.