Consultor Jurídico

Mercado Jurídico

Por Sérgio Rodas

Ameaças de censura

Emerj promove debate sobre liberdade de expressão, religião e limites do humor

A Escola da Magistratura do Rio de Janeiro (Emerj) promove na próxima segunda-feira (17/2) debate sobre liberdade de expressão, religião, arte e os limites do humor. Participarão da palestra, que é gratuita, magistrados, advogados, jornalistas, atores, professores e religiosos.

Em dezembro, o TJ-RJ suspendeu a veiculação do especial de Natal do Porta dos Fundos, mas Dias Toffoli cassou a decisão
Reprodução

Participam do evento “Humor, Arte e Religião – Liberdade e Respeito”, o desembargador André Gustavo Corrêa de Andrade, diretor-geral da Emerj; a juíza Andréa Maciel Pachá; a jornalista Cora Rónai, colunista do jornal O Globo; a atriz e escritora Bianca Ramoneda; o pastor Henrique Vieira, professor de História e Sociologia; Hélio de La Peña, humorista que integrou o programa "Casseta & Planeta" da TV Globo; o advogado Carlos Roberto Schlesinger; e o presidente do Centro Árabe-Latino de Cultura e estudos Estatísticos, Sheikh Jihad Hassan Hammadeh.

O evento é gratuito. Para se inscrever, clique aqui.

Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 15 de fevereiro de 2020, 10h14

Comentários de leitores

1 comentário

Liberdade de Expressão x Crime contra o Sentimento Religioso

Advogado e Professor de Direito (Advogado Sócio de Escritório - Criminal)

É bom mesmo que a EMERJ discuta sobre o assunto e mantenha uma linha tênue entre a liberdade de expressão e o limite do humor, para que não sejamos vilipendiados por programinhas de baixo calão como esse "Porta dos Fundos". Mas enquanto existirem magistrados do TJMG coniventes com as atitudes difamatórias desses atorezinhos de meia tigela, eles continuarão a tripudiar com a fé alheia. Para melhor elucidarem suas reflexões, vai um artigo escrito pelo ex Procurador da República Rogério Tadeu Romano na jus.com.br
(https://jus.com.br/artigos/35695/os-crimes-contra-o-sentimento-religioso).

Responder

Comentários encerrados em 23/02/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.