Consultor Jurídico

Notícias

Luto na classe

Morre António Manuel Hespanha, jurista e historiador

Chico Camargo/Câmara Municipal de Curitiba

Morreu nesta segunda-feira (1º/7) o jurista e historiador António Manuel Hespanha (foto), aos 74 anos. Ele estava na Fundação Champalimaud, em Lisboa, e foi vítima de um cancro no cólon, conforme informou o jornal Público.

Nascido em Coimbra, Portugal, Hespanha lecionou na Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa. Recebeu o título de doutor Honoris Causa pelas universidades de Lucerna, na Suíça, e pela Federal do Paraná.

Entre 1994 e 2000, atuou como investigador do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa. Já entre 1996 e 1999 foi nomeado pelo governo português como "comissário-geral da Comissão Nacional para as Comemorações dos Descobrimentos Portugueses". 

É autor de diversos livros e artigos científicos. Entre suas obras, estão: A História do Direito na História Social (1977); História das instituições: épocas medieval e moderna (1982); As vésperas do Leviathan: instituições e poder político (1994); Cultura jurídica europeia: síntese de um milênio (1996); e O caleidoscópio do Antigo Regime (2012). 

Revista Consultor Jurídico, 1 de julho de 2019, 16h11

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 09/07/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.