Consultor Jurídico

Mercado Jurídico

Por Sérgio Rodas

Blogs

Docente da USP

Professor Arruda de Andrade inaugura escritório de Direito Tributário

Com mais de 20 anos de experiência, o professor livre-docente da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo José Maria Arruda de Andrade acaba de inaugurar o seu escritório na capital paulista: o Arruda de Andrade Advocacia.

A banca tem a sua atuação focada em Direito Tributário, tanto no contencioso administrativo (defesa contra autuações fiscais, com restituição de tributos e contribuições previdenciárias e sustentação oral em tribunais administrativos), quanto no contencioso judicial (envolvendo todas as ações judiciais, restituição de crédito, defesa em execuções, mandados de segurança e sustentação oral em tribunais superiores), além de consultoria tributária (pareceres, estudos técnicos e opiniões legais).

José Maria Arruda de Andrade acumula experiência de quase 20 anos como sócio e advogado responsável da área tributária do Gaia, Silva, Gaede Advogados. Com o seu próprio escritório, pretende dar atendimento mais personalizado e condizente com a sua experiência prática e formação acadêmica, que inclui doutorado em Direito Tributário, livre-docência em Direito Econômico e Economia Política e estágio pós-doutoral em Munique, Alemanha.

Como pesquisador associado da Escola de Economia da Fundação Getúlio Vargas de São Paulo, promove estudos de consultoria econômico-tributária para avaliar impactos da legislação tributária (e de projetos de reforma) em diversos setores econômicos. Além disso, exerceu cargo técnico de secretário-adjunto da Secretaria de Política Econômica do Ministério da Fazenda e, desde 2019, é consultor em parceria para assuntos estratégicos no escritório do professor da USP Heleno Taveira Torres.

Arruda de Andrade é articulista da ConJur desde 2015 e autor de livros, capítulos e artigos científicos.

Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 14 de dezembro de 2019, 13h27

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 22/12/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.