Consultor Jurídico

Notas Curtas

Da Redação

Blogs

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Entidade centenária

Felipe Martins assume presidência do Instituto dos Advogados de Minas Gerais

O advogado Felipe Martins Pinto assumiu na noite de quarta-feira (7/3) a presidência do Instituto dos Advogados de Minas Gerais. Ele comandará a entidade centenária pelos próximos três anos. Em discurso, Martins Pinto declarou que é papel da advocacia mudar o cenário brasileiro.

“Não é fácil desafiar condicionamentos, domar a ignorância e romper limitações. Precisamos buscar a coragem para promover uma guinada nos rumos do país e, no atual momento de profunda crise econômica, política e ética, temos a oportunidade de assumirmos o protagonismo e transformação.”

Na cerimônia, o ministro aposentado Sepúlveda Pertence foi homenageado com a comenda de jurista do IAMG.

Felipe Martins Pinto (terceiro, da direita para a esquerda), ao lado da nova diretoria.
Alessandro Rodrigues/Divulgação

 

Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 8 de março de 2018, 20h29

Comentários de leitores

1 comentário

A espada da deusa não é ornamental

ANTÔNIO DUARTE GUEDES (Advogado Assalariado - Empresarial)

FELIPE é um nome extremamente adequado para o leme de uma entidade de advocacia, mormente o histórico e respeitado Instituto dos Advogados-MG, mormente nesse momento histórico para a Pátria, o Estado membro e a Justiça (tomada não como exclusividade do judiciário, mas como o valor realizado pelo conjunto das profissões essenciais a ela). Ele, professor da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Minas Gerais, sempre em conduta intimorata e proativa (nas aulas, na DAJ que abrilhantou, em suas atividades advocatícias), tem a competência técnica de jurista, a visão percuciente da justiça e a atuação corajosa de quem não separa, por interesses econômicos, direitos e cidadania. A OAB tem momentos históricos de defesa desses valores, da Constituição e da Democracia, não obstante alguns (felizmente poucos) a critiquem sob desculpa de que a ente regulador profissional não cabe defender posturas políticas. Mas com frequência Direito, Justiça e Política são unificadamente feridos! O Instituto do Advogado não tem esta suposta restrição, atua com altaneira independência de seus membros e não pode se omitir ante esses ferimentos tríplices. A essa nobre tarefa o Prof. Pte. Felipe está grandemente habilitado e a ele desejo o mais amplo sucesso nessa visão e em todo o mandato. Felicidades, Felipe!

Comentários encerrados em 16/03/2018.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.