Consultor Jurídico

Notas Curtas

Da Redação

Blogs

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Dupla jornada

Juiz se aposenta após conciliar vara do Trabalho com curso de Medicina

O juiz do Trabalho Álvaro Emanuel de Oliveira deixou neste mês as atividades forenses em São Paulo para dedicar-se a um novo campo: aos 57 anos, com mais de 20 de magistratura, vai focar os estudos na Medicina. Aluno do quarto ano de graduação, ele passou os três primeiros anos dividindo o tempo entre ações trabalhistas e aulas em período integral. Na sessão em que o Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região atendeu ao pedido de aposentadoria voluntária, o desembargador Armando Augusto Pinheiro Pires declarou que Álvaro Emanuel tem “inteligência diferenciada” e “sempre desempenhou suas funções com bastante esmero, nunca deixou nenhum processo atrasado”.

Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 24 de março de 2017, 9h29

Comentários de leitores

4 comentários

Esclarecimento

Iara Advocada (Advogado Autônomo - Administrativa)

Apenas a título de esclarecimento, no curso integral podem ser ministradas aulas nos períodos matutino, vespertino e noturno, a critério da instituição de ensino.
O que não significa que, necessariamente, as aulas serão ministradas nos 3 períodos, de 07:00 às 22:00, todos os dias.
O agora magistrado aposentado, aliando sua inteligência privilegiada e esforço, conseguiu dividir o tempo entre ações trabalhistas e aulas em período integral, conforme consta da matéria, não havendo nenhum erro na notícia e nem prejuízo para a jurisdição.

Eduardo Oliveira

Sã Chopança (Administrador)

Nos primeiros anos alguns juízes são auxiliares dos titulares. Auxiliam elaborando sentenças e despachando. Isso não exige a presença na vara. É apenas uma explicação possível, não sei se foi isso. De qualquer forma, admiro o feito do Juiz. Se não houve prejuízo para a sociedade, que seja feliz como médico.

Mente privilegiada.

Eduardo.Oliveira (Advogado Autônomo)

Parabéns pela inteligência e determinação em adentrar campo de conhecimento tão especial. Sucesso!
Observo no entanto que a matéria é um pouco confusa ao dizer que "ele passou os três primeiros anos dividindo o tempo entre ações trabalhistas e aulas em período integral (...)". Se as aulas eram em período integral, ele como fazia para conciliar a judicatura? A matéria confunde em vez de explicar.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 01/04/2017.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.